MITOS ISLÂMICOS

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

5 Evidências de que Alá não é o Deus da Bíblia

Apesar de nós, Cristãos, podermos ver através da charada uma vez que temos "denunciante" (a Autoritária, Inerrante e Inspirada Palavra de Deus), um terço da população mundial foi totalmente enganada pelo maometanismo (islão). Eles foram ensinados falsidades em torno da Santidade de Deus, da natureza do homem. do pecado, do Senhor Jesus Cristo, e assim por diante. Obviamente que eles dirão o mesmo em relação a nós Cristãos, portanto, urge perguntar: qual é a diferença? Porque é que devemos acreditar no conceito Cristão de Deus e não no islâmico? Eu acho que há pelo menos cinco razões para vermos que Alá não é o Deus Verdadeiro.

1 – Misericórdia e Justiça

Os maometanos concordam que Deus é Justo e Misericordioso, mas o problema é que na teologia islâmica, estas duas características contradizem-se.  Imaginemos que Deus tem um pecador culpado perante Ele, e perdoa-lhe os pecados (tem misericórdia dele). Isto faria de Deus algo parecido a um juiz corrupto. Mas imaginemos que Deus dá a esta pessoa o castigo adequado (é Justo), desta forma Deus não seria Misericordioso. Ao afirmar que Deus é Misericordioso, Ele é, desde logo, Injusto. Ao afirmar que Ele é Justo com os pecadores, Ele não é Misericordioso. Mas Ele não pode ser ambos, apesar do Alcorão ensinar isso mesmo.

A Palavra de Deus - A Bíblia - ensina que Deus é ao mesmo tempo Justo e Misericordioso visto que na Cruz do Senhor Jesus Cristo, a justiça e a misericórdia uniram-se. Quando Deus descarregou a sua raiva sobre o Seu Filho, Ele foi Justo - visto que o Senhor Jesus Cristo absorveu o castigo que nós merecíamos - e Misericordioso - porque, agora, os pecadores culpados podem ver os seus pecados perdoados mal eles se comprometam a seguir a Cristo todos os minutos da sua vida, até ao final da sua vida.

Com isto em mente, podemos dizer que a concepção Cristã de Deus não se depara com este enigma, tal como acontece com a concepção (errada) de Deus que o Alcorão "revela". Na teologia islâmica, Deus ou é sem misericórdia ou injusto. Mas Ele não pode ser ao mesmo tempo ambas (Justo e Misericordioso). Logo, o "Deus" revelado no Alcorão não é ser mais perfeito que se pode conceber. Logo, o Deus revelado no Alcorão não existe.

2 – Amor

O Senhor Jesus disse, "Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e aborrecerás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem" (Mateus 5:43-44). De modo consistente, por todo o Alcorão é afirmando que Alá não alcança o padrão que o Senhor Jesus estabeleceu. Alá falha neste ponto e desde logo falha em ser o maior ser que se pode conceber (porque é melhor ser amoroso do que sem amor). Tal como afirmou o estudioso islâmico Darood Akbar, no seu livro "The God of Justice", "Amor Divino sem reservas pela humanidade é uma ideia completamente alienígena para o Alcorão. Em parte alguma encontramos a ideia de que Alá ama a humanidade. O amor de Alá é condicional."

Vez após vez, o Alcorão afirma que Alá não ama o pecador (2:99, 2:99,277 277; 3:33,58; 4:37; 5:88; 6:142; 8:59) e que o seu "amor" é parcial, condicional e tem que ser subornado. Só quando alguém expressa o seu amor por Alá é que ele o ama de volta.  Logo, não parece que Alá ultrapasse a marca dos cobradores de impostos e dos pagãos que só saúdam os seus.

Imaginem o quão horrível seria um pai forçar a sua filha a conquistar o seu amor, em vez de a amar apenas e só pelo facto de ser sua filha. Algumas pessoas tiveram experiências com pais assim, e não é possível acreditar que esta é forma correcta de agir para o Altíssimo visto que se Ele fosse assim, Ele não seria o Altíssimo. Existem homens que amam os seus inimigos, até quando os seus inimigos os odeiam, e neste ponto, eles são mais morais que Alá, o deus do Alcorão.

3 – Alá não é o Deus da Bíblia Hebraica.

Alá disse que ele era o Deus de Israel, mas existem várias inconsistências entre Alá e o Santo de Israel. Na Bíblia Hebraica, por exemplo, Deus diz que tem Um Filho (Salmo 2.7), mas o Alcorão diz de forma inequívoca que Alá não tem filhos (Alcorão 10:68). Para além disso, e isto é algo importante, na Teologia Judaico-Cristã, o Filho de Deus é uma Figura Divina; Ele é a Versão Humana do Deus Invisível - Ele é o Próprio Deus. Logo, o Deus revelado na Bíblia Hebraica é TriUno (Trindade).

A Trindade encontra-se por toda a Bíblia Hebraica (embora os Judeus não a conhecessem devido ao facto deles não terem a ampla Revelação que nós hoje temos).  Desde o início da criação que pronomes plurais e verbos são usados e aplicados a Deus (Génesis 1:27, 3:2, 11:7, Isaías 6:8). Até a própria palavra "Elohim" (traduzida para "Senhor" cerca de 4,000 vezes), é a forma plural da palavra "Senhor". indicando mais do que Uma Pessoa. Logo, o Deus assim revelado pela Bíblia Hebraica é Uma Trindade, e Alá não é uma trindade. Logo, o Deus da Bíblia Hebraica não é o Alá do Alcorão.

 [ed: Embora o conceito da Trindade não estivesse tão entendido na altura, os Judeus já tinham uma ideia da Pluralidade Pessoal dentro da Essência Divina:

"O Ancião dos Dias tem três cabeças. Ele revela-Se através de três arquétipos, todos eles formando Um só. Ele é, portanto, simbolizado pelo número Três. Eles revelam-Se Um no Outro. [Estes são] primeiro, a "Sabedoria", secreta, oculta. Acima vem o Santo Ancião; acima Dele, o Incognoscível. Ninguém sabe o que Ele contém; Ele está acima de todas as concepções." (Zohar, iii. 288b).]

Para além disso, o Santo de Israel revelou-Se a Moisés sob o Nome de YAHWEH, e este é o Nome pelo Qual Ele será conhecido pelas gerações (Êxodo 3:14-15). Mas o nome pessoal do deus do Alcorão não é YAHWEH mas Alá. (...) Logo, Alá não é o Santo de Israel, tal como afirma o Alcorão, e consequentemente, o Alcorão não foi revelado pelo Deus que Revelou a Bíblia Hebraica.

4 – Alá deriva da mitologia pagá.

Alá era a divindade principal das 360 divindades adoradas pelos árabes pagãos antes do advento do islamismo. Ele era também adorado na área onde viviam os pais de Maomé. De facto, o nome literal de Maomé em arábico era "Abd Allah" [escravo/servo de Alá]. O nome do seu tio era "Obred Allah". A influência pagã dentro da família de Maomé fazia-se sentir não só no nome da divindade, mas também em muitas tradições islâmicas que são, literalmente, cópias das tradições pagãs!

A família de Maomé, tal como a maior parte da Arábia pré-islâmica, curvava-se em direcção a Meca cinco vezes por dia. Isto era feito em sinal de reverência ao deus lunar adorada na Kaaba. Eles também jejuavam, iniciando na lua crescente e durante um mês, práctica literalmente indistinguível da tradição conhecida como Ramadão. Até o símbolo islâmico colocado no topo de todas as mesquitas e em todas as bandeiras - a lua crescente - deriva directamente do símbolo que o ramo de paganismo existente na Arábia usava. Isto é uma evidencia muito forte de que esta práctica mais não é do que uma práctica pagá reciclada.

É por isso que o deus que os maometanos adoram e seguem chama-se Alá (o deus maior da tribo de Maomé), e é também por isso que a maior parte da tradições muçulmanas são tradições practicadas pela tribo de Maomé. Estas prácticas islâmicas são evoluções culturais, mas qualquer significado mais profundo tem que ser atribuído aos aderentes originais do sistema, nomeadamente, os pagãos.

5 – Alá não pode ser Deus porque o Senhor Jesus é Deus.

Durante as últimas décadas os historiadores têm tentado desenvolver um retrato histórico acertado à cerca de Jesus de Nazaré. Na sua tentativa de o fazer, eles confirmaram muitas alegações Bíblicas. Os historiadores chegaram a um consenso em torno destas 5 alegações Bíblicas:
  1. A crucificação
  2. O túmulo de José de Arimateia
  3. A descrição Bíblica do túmulo vazio.
  4. A experiência de vários grupos de que Ele os apareceu com vida depois da Sua morte
  5. Os discípulos acreditavam fortemente na Sua ressurreição e estavam dispostos a morrer por esta crença.
Alguns destes factos, tais como a narrativa da crucificação, contradizem de forma clara os ensinamentos do Alcorão, mas a explicação mais lógica é a de que Deus ressuscitou o Senhor Jesus dos mortos, confirmando a Mensagem Cristã.

51 comentários:

  1. A trindade é uma doutrina ANTI-BÍBLICA que não tem sentido nenhum. Veja pq:
    Crer na trindade significa que acreditará que por ocasião do batismo quando uma voz disse “Este é o meu filho amado a quem tenho aprovado” era Deus abençoando ele mesmo e dizendo que ama a ele mesmo e que aprovava a ele mesmo! Isso faria algum sentido?
    Significa crer também que quando Jesus disse que havia algumas coisas que ele não sabia, mas somente o Pai, ele estava mentindo! (leia Mateus 24:36) Afinal, se ele fosse o Deus Todo Poderoso ele saberia disso, não concorda?
    Crer na trindade significa que Paulo quando falou do “Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo” ( Ef. 1:17) estava falando da mesma pessoa. Ou seja, você acredita que O Pai é o filho e o filho é o Pai. Isso é pensamento “modalista”. Este originou-se da influência filosófica grega pagã, incluindo as teses de Euclides e Aristóteles , que baseavam a sua lógica no Monismo e nos argumentos aristotélicos sobre o conceito da energeia (energia) chamada metafísica, bem como de “essência”. Termos não encontrados na Bíblia , com referência a Deus.
    Crer na trindade significa crer em uma palavra e doutrina que não é apresentada em nenhum lugar na Bíblia. De fato, não há versículo algum que apoie tal doutrina. Nenhum teólogo brasileiro JAMAIS apresentou um versículo sequer na Bíblia que expresse tal doutrina. Isto é uma fato, não existe versículo algum que fale de um Deus trino.
    Crer na trindade significa que terá que rejeitar textos que dizem que “Deus é um só” tais como Gálatas 3:20 onde usa a palavra grega "Eis" que por definição exclui a ideia de uma trindade. (Segundo o STRONG 1520 “Eis é oposto a muitos…oposto a divisões em partes…significando um só”. Tanto é assim que Eis é contrastado com πάντες em Romanos 5:12. Sendo que Eis significa “um só” e πάντες se refere a “muitos”.
    www.jw.org

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Senhor Jesus Cristo tem a Mesma Natureza Divina que o Pai ou não?

      Eliminar
    2. Al reza: “Nele [Cristo] habita corporalmente toda a plenitude da divindade [grego, the·ó·te·tos].” (Uma idéia similar é transmitida nas versões IBB, BJ, So, MC.) Todavia, NM reza: “É nele que mora corporalmente toda a plenitude da qualidade divina.” (BLH reza “natureza de Deus”, em vez de “Divindade”. Compare com 2 Pedro 1:4.)
      Admite-se que nem todos dão a mesma interpretação a Colossenses 2:9. Mas o que está de acordo com o resto da carta inspirada aos colossenses? Possuía Cristo em si algo que era dele por ser ele Deus e parte de uma Trindade? Ou é “a plenitude” que reside nele algo que veio a ser dele por causa da decisão de outra pessoa? Colossenses 1:19 (Al, So) diz que toda a plenitude residia em Cristo porque “foi do agrado do Pai” que assim fosse. Ne diz que “o Pai quis”.
      Considere o contexto imediato de Colossenses 2:9: No versículo 8 de Col. 2, os leitores são advertidos para não serem desencaminhados pelos que ensinam filosofia e tradições humanas. Diz-se-lhes também que em Cristo “todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos”, e insta-se com eles para que ‘andem nele’, sejam “nele radicados e edificados, e confirmados na fé”. (Versículos 3, 6, 7 de Col. 2. É nele, e não nos originadores ou instrutores de filosofia humana, que reside uma “plenitude” preciosa. Dizia o apóstolo Paulo ali que a “plenitude” que estava em Cristo fez com que Cristo fosse o próprio Deus? Não segundo Colossenses 3:1, onde se diz que Cristo está “assentado à direita de Deus”. — Veja ALA, IBB, BJ, So.
      Segundo o Greek-English Lexicon, de Liddell e Scott, the·ó·tes (a forma nominativa, da qual the·ó·te·tos se derivou) significa “divindade, natureza divina”. (Oxford, Inglaterra, 1968, p. 792) O fato de Jesus ser verdadeiramente “divindade”, ou de “natureza divina”, não faz com que ele como Filho de Deus seja coigual e coeterno com o Pai, assim como o fato de todos os humanos fazerem parte da “humanidade” ou da “natureza humana” não faz com que sejam coiguais ou todos da mesma idade.
      http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1101989276?q=trindade&p=par
      www.jw.org

      Eliminar
    3. O Senhor Jesus Cristo tem a Mesma Natureza Divina que o Pai ou não? (Segunda vez que pergunto isto)

      Eliminar
    4. Segundo o Greek-English Lexicon, de Liddell e Scott, the·ó·tes (a forma nominativa, da qual the·ó·te·tos se derivou) significa “divindade, natureza divina”. (Oxford, Inglaterra, 1968, p. 792) O fato de Jesus ser verdadeiramente “divindade”, ou de “natureza divina”, não faz com que ele como Filho de Deus seja coigual e coeterno com o Pai, assim como o fato de todos os humanos fazerem parte da “humanidade” ou da “natureza humana” não faz com que sejam coiguais ou todos da mesma idade.

      Eliminar
    5. O fato de Jesus ser verdadeiramente “divindade”, ou de “natureza divina”, não faz com que ele como Filho de Deus seja coigual e coeterno com o Pai

      O Senhor Jesus tem a Mesma Natureza Divina que o Pai ou não? Sim ou não?
      E vê se não fazes o mesmo erro que todos os russelitas fazem afirmando que os Cristãos acreditam que o Senhor Jesus e Deus Pai são a Mesma Pessoa. Essa não é a nossa crença mas sim a estupidez que voz foi "ensinada".
      Fico à espera que digas se o Senhor Jesus tem a Mesma Natureza que o Pai ou não.

      Eliminar
    6. Primeiro, não há nenhum "Russelita" aqui. Isso é um termo feio e pejorativo. E sim, as religiões falsas ensinam SIM que Jesus e o Pai são a mesma pessoa. Já ouvi isso VÁRIAS vezes. Mentir pra quê? SE ALGUÉM lesse a Bíblia de capa a capa sem nenhuma idéia preconcebida a respeito de uma Trindade, chegaria ele a tal conceito por si mesmo? De modo algum.
      O que se torna bem claro para um leitor imparcial é que somente Deus é o Todo-poderoso, o Criador, separado e distinto de qualquer outra pessoa, e que Jesus, mesmo na sua existência pré-humana, era e é também uma pessoa separada e distinta, um ser criado, subordinado a Deus.
      Estas palavras se acham em Deuteronômio 6:4. A tradução católica A Bíblia de Jerusalém (BJ), diz ali: “Ouve, ó Israel: Iahweh nosso Deus é o único Iahweh!” Na gramática desse versículo, a palavra “único” não tem modificativos para o plural para sugerir que signifique outra coisa senão um só indivíduo.
      Por que todos os escritores bíblicos inspirados por Deus falariam Dele como sendo uma pessoa única se ele fosse realmente três pessoas? A que objetivo isso serviria, senão desencaminhar as pessoas? Certamente, se Deus fosse composto de três pessoas, ele teria feito com que os escritores bíblicos deixassem isso rigorosamente claro, para que não houvesse dúvida a respeito. Pelo menos os escritores das Escrituras Gregas Cristãs, que tiveram contato pessoal com o próprio Filho de Deus, teriam feito isso. Mas não fizeram.
      Em vez disso, o que os escritores bíblicos realmente deixaram rigorosamente claro é que Deus é uma só Pessoa — um Ser ímpar, indiviso, sem igual: “Eu sou Jeová, e não há outro. Além de mim não há Deus.” (Isaías 45:5) “Tu, cujo nome é Jeová, somente tu és o Altíssimo sobre toda a terra.” — Salmo 83:18.
      Não Um Deus Pluralizado
      JESUS chamou a Deus de “o único Deus verdadeiro”. (João 17:3) Jamais referiu-se ele a Deus como uma deidade composta de pessoas pluralizadas. É por isso que na Bíblia ninguém senão Jeová é chamado de Todo-poderoso. Se assim não fosse, isso anularia o sentido da palavra “todo-poderoso”. Nem Jesus e tampouco o espírito santo é alguma vez assim chamado, pois somente Jeová é supremo. Em Gênesis 17:1 ele declara: “Eu sou o Deus Todo-poderoso.” E Êxodo 18:11 diz: “Jeová é maior do que todos os demais deuses.”
      Jesus deixa bem claro que o PAI é maior do q ele João 14:28. e novamente em João 17:3, ele diz "Isto significa vida eterna que absorvam, o conhecimento de ti o único Deus verdadeiro e daquele que enviaste Jesus Cristo.
      Neste texto ele salientou bem que Deus enviou ele, ou seja se Jesus e Deus fossem a mesma coisa OU DA MESMA NATUREZA, esse texto seria escrito do seguinte modo: "Isto significa vida eterna que absorvam o conhecimento de mim o único Deus verdadeiro"
      ENTENDEU? OU PRECISO DESENHAR?
      Jesus é Deus?
      http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2009250?q=trindade&p=par
      WWW.JW.ORG

      Eliminar
    7. "É por isso que na Bíblia ninguém senão Jeová é chamado de Todo-poderoso"

      Mas os Russelitas do passado chamavam o Senhor Jesus de o TODO PODEROSO:

      "Growth": Volume VII of Studies in the Scriptures titled, The Finished Mystery, was published as the "posthumous work of Pastor Russell." It taught:

      Nelson Barbour is identified as "the Evil servant" of Matt. 24:48-51 (pp. 54, 386). [see 1876]

      Jesus is the "Almighty" of Rev. 1:8 (p. 15).

      Portanto, até a vossa religião ensina que o Senhor Jesus é o Todo Poderoso.

      Eliminar
    8. 1. Sobre Jesus Cristo

      A Bíblia é muito clara sobre a pessoa de Jesus Cristo. Ele é Deus! Os Russelitas, entretanto, pervertem o ensino claro das Escrituras. Eles dizem que Jesus é irmão de Lúcifer e que é uma mera criatura. Vejamos os versos que derrubam a mentira Russelita:

      Gên. 1:1 (compare com João 1:10)
      Sal. 27:1 (compare com João 9:5)
      Isa. 9:6 ( No hebraico há uma vírgula após cada título de Cristo)
      Isa 43:11
      Isa. 44:6 (compare com Apoc. 1:8, 1:11 e 1:17)
      João 1:1, 8:58 ( compare com Ex. 3:14)
      João 14:9
      João 20:28
      Atos 20:28
      Rom. 1:1 (compare com 1:16)
      Rom. 9:5
      Col. 1:15-18 (compare com Gên. 1:1 e Jo. 1:10) Em Col. 1:15, primogênito= mais importante.
      2 Tes. 2:16
      1 Tim 3:16 ( a tradução correta é: "Deus se manifestou em carne.")
      Tito 2:13
      1 Jo. 5:7 e 8
      Apoc. 1:8 (o Alfa e o Ômega é o Senhor Todo Poderoso) Compare com Apoc. 4:8.
      Apoc.1:11 (a tradução correta é : "Que dizia: Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o derradeiro; e o que vês, escreve-o...") Jesus é o Alfa e o Ômega!

      Apoc.1:17 O primeiro e o último foi morto e está vivo: Jesus Cristo!

      Eliminar
    9. Origem das Testemunhas de Jeová: A Biblia diz que o profeta que profetizar em nome do Senhor e não se cumprir, este profeta deve morrer, se as pessoas conhecessem Deuteronômio 18.22, não se veria agora em certas casas o rótulo: "Salão do Reino". Não chegariam à nossa porta os vendedores da revista "Torre de Vigia" e os livros "Seja Deus Verdadeiro", "Harpa de Deus", e outros desse estilo. Não existiria o grupo religioso chamado Testemunhas de Jeová. Embora as profecias de seu fundador sejam falsas, continuam a propagá-las, e contam atualmente com milhares de membros ao redor do mundo.

      a) Fundador da seita: No ano de 1870, o jovem Charles Taze Russell, com 18 anos de idade, organizou uma classe na cidade de Pittsburgh, Pennsylvania, Estados Unidos. O propósito era estudar a Bíblia, especialmente as partes proféticas. Embora a predição de Guilherme Miller, de que Cristo voltaria à terra em 1844 não se tivesse cumprido, Russel estava convencido de que seu método de interpretação bíblica era correto e o usou para fazer seus próprios cálculos e predições sobre a vinda do Senhor.
      b) Desenvolvimento da Seita: Com o passar dos anos aumentavam os grupos de "Estudantes da Bíblia", e também aumentavam as "descobertas" de seu mestre. Começou a ensinar que Cristo não ressuscitara corporeamente da tumba, mas sim, como espírito. Portanto, seu regresso seria espiritual e não corporal. Segundo seus cálculos, Cristo regressou ao mundo espiritualmente no ano de 1874 e o milênio começou nessa data. Veja Lc 24. 36-44. Agora era preciso proclamar as boas-novas, explicar o plano divino e reunir os verdadeiros seguidores de Cristo para que participassem do reino do Senhor. Com este propósito iniciou em 1879 a publicação do periódico: A torre de Vigia e o Arauto da Presença de Cristo.
      c) Nomes da Seita: Em 1884 transformou-se em organização internacional: "A Sociedade de Tratados da Torre de Vigia", também conhecida por "Sociedade da Torre de Vigia de Sião". "Associação Internacional de Estudantes da Bíblia". O Reino Teocrático". "O Púlpito do Povo". "A Aurora Milenial". "O Russelismo". Sociedade Bíblica de Tratados da Torre de Vigia", e desde 1931 leva o nome oficial de "Testemunhas de Jeová". As mudanças constantes do nome da seita revelam inconstância e falta de firmeza doutrinária.

      Eliminar
    10. d) As predições falsas das Testemunhas de Jeová: Quanto mais se examina uma seita, mais se descobrem as suas falácias. Por outro lado, quanto mais alguém estuda a Bíblia, mais confia nela. Um dos maiores inimigos das Testemunhas de Jeová é a sua própria literatura e as declarações de seus líderes. Veja Dt 18.21,22; Mt 24.11; 1 Tm 4.1-6.

      e) Predições Falsas de Russel: Russel disse que o tempo dos gentios terminaria em 1914. Isto não se verificou. Pois até 1967 uma parte de Jerusalém estava em posse dos gentios (Lc 21.24). Em 1889 escreveu: "Dentro dos seguintes vinte e seis anos todos os atuais governos serão derrubados e dissolvidos. (Seria em 1915). Outra grande mentira. No ano de 1914 as Igrejas cristãs seriam destruídas. A batalha do Armagedon teria lugar em 1915. No ano de l914 a Igreja Católica Romana desapareceria. Em 1914 todos os governos, bancos, escolas e Igrejas seriam completamente destruídos".
      f) Outras predições falsas: Em 1918 escreveram: "Portanto, podemos esperar confiadamente que 1925 marcará a volta de Abraão, Isaque, Jacó e os profetas fiéis da Antigüidade, particularmente aqueles nomeados pelos Apostolo em Hebreus capítulo onze, à condição de perfeição humana". (Milhões dos que agora vivem jamais morrerão) pp.89-90. Em 1931 escreveram: "Houve uma medida de desapontamento da parte dos fiéis de Jeová na terra concernente aos anos de 1914,1918 e 1925, cujo desapontamento durou por um tempo... e aprenderam também deixar de fixar datas". (Justificação Lv. I, pp.338-339). Isso é incrível! Eles mesmos reconhecem que suas falsas profecias.
      g) Líderes que sustentaram as falsas predições: Nos quase cem anos de existência, as Testemunhas de Jeová tiveram somente três dirigentes: Charles Russell; o juiz Rutherford e atualmente Nathan H. Knorr, desde 1942. Rutherford escreveu cem livros publicados em vários idiomas. Ensinava que todas as Igrejas organizadas (menos as Testemunhas de Jeová) eram do diabo e desde o tempo apostólico o Cristianismo havia constituído a igreja apóstata. É lamentável! Eles se acham os únicos mediadores. (Jo 14.6).

      As “Doutrinas” (Heresias) das Testemunhas de Jeová

      A torre de vigia tem ensinando aos seus membros que somente eles tem a verdade, e essas verdades são esclarecidas através de seus escritos. Portanto, são programados para ensinar suas doutrinas e crêem que estão fazendo o correto.

      a) Sobre a Bíblia: Crêem que a Bíblia é a Palavra de Deus, porém para compreender o sentido correto têm de interpretá-la segundo os escritos de Russel e de Rutherford. Na prática estes substituem a Bíblia. Com respeito aos seus livros: "Estudos das Escrituras", Russel disse: "São praticamente a própria Bíblia". Advertiu do perigo de ler só a Bíblia, sem seus livros. Aquele que o fizesse, embora familiarizado com os Estudos das Escrituras, dentro de dois anos, "voltaria à obscuridade". Por outro lado, o que não lê a Bíblia, porém lê os escritos de Russel, terá a luz. Veja o que Jesus diz: Jo 7.38; 5.39; Sl 119.107,130; 19.7,8.

      b) Sobre a Trindade: Dizem que a Doutrina da Trindade é uma superstição herdada do paganismo egípcio e babilônico. Estudos p. 64. A doutrina da trindade está bem clara em toda Bíblia. Só não a vê quem está cego. Gn 1.26, "Elohim", traduzido por Deus, é um plural, indicando mais de uma pessoa. Veja ainda: Gn 11.7; Is 6.8; Mt 3.16,17; Mt 28.19; Ef 3.14-16; Hb 9.14; 2 Co 13.13; 1 Jo 3.23,24; Jd 20,21; 1 Pe 1.2 etc.

      c) Sobre a Divindade de Cristo: Negam que Jesus Cristo seja Deus. Afirmam que é um ser criado como são os anjos e o homem...."Seja Deus Verdadeiro" p.35. Argumentam ainda que Miguel é Jesus. Se compararmos o uso da palavra Jeová no Antigo Testamento com o Novo Testamento, veremos que o mesmo nome usado para Jeová, usa-se para Jesus. Compare: Is 6.1 e Jo 12.41; Is 8.13 1 Pe 3.15; Is 40.3 e Mt 3.3; Sl 68.18 e Ef 4.7,8; Hb 1.10 e Sl 102.24; Jô 38.4. Gn 1.1 e Jo 1.3; Is 41.4 e Ap 1.7; Is 44.6 e Ap 2.8; Is 48.12 e Ap 22.13. São provas sobejas para provar a divindade de Cristo.

      Eliminar
    11. Outros erros doutrinários da seita



      As incoerências doutrinárias e falsas predições são abundantes. Por falta de espaço, não temos condições de expô-las todas; segue-se a síntese de mais algumas:

      a) Erros sobre a doutrina do Espírito Santo: Dizem que o Espírito Santo não é uma pessoa, mas somente uma influência, uma força ativa, e "além disso", não pode ser recebido por ninguém fora da associação das Testemunhas de Jeová. "Uma exclusividade deles". A Palavra de Deus diz ao contrário. Ensina que o Espírito Santo é uma Pessoa. Ele é eterno (Hb 9.14), Onipotente (Lc 1.35,37); Onisciente (Sl 139.1-12); Tem atributos de uma pessoa(1 Co 2.10) Ensina (Jo 14.26); Fala (At 13.2); Testifica (Jo15.26) e pode ser buscado (Lc 11.13); Poder ser recebido(Lc 7.38,39; At 2.1-4; 19.2 etc.)

      b) Aniquilação dos maus. Dizem que os maus serão aniquilados: Este tipo de ensino é atraente para o coração humano que quer andar em seus próprios caminhos sem tomar responsabilidades com Deus. Em Mt 25.41-46, Jesus representa o castigo dos maus como coisa tão eterna quanto ao gozo dos salvos. Veja ainda: Mt 3.12; Ap 14.10-11; Ap 20.10. Notamos que depois do milênio o diabo será lançado no lago de fogo onde já se encontram a besta e o falso profeta, que foram lançados ali no princípio do milênio (Ap 19.20).

      c) Erros de Tradução da Bíblia (TNM): A Tradução Novo Mundo(TNM) está adulterada e adequada às suas doutrinas: Veja alguns exemplos: Em Gn 11, a tradução correta é: "... E o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas". A TNM diz: "...E a Força Ativa de Deus..." . Em Mt 28.17, o verbo "adorar" foi adulterado por "prestar homenagem. Em Jo 1.1 a TNM traduz "...E a Palavra era [um] deus...". Usa letra minúscula, querendo diminuir Jesus Cristo, colocando-o como um deus qualquer.
      Adulterações da Tradução Novo Mundo:
      “Mas ao trazer novamente o seu primogênito à terra habitada, ele diz: E todos os anjos de Deus o adorem (Hebreus 1:6 -- Tradução do Novo Mundo, edições de 1953, 1960, 1961 e 1970). Quando as edições da Bíblia da Sociedade Torre de Vigia citadas acima foram impressas, de algum modo esta referência a Jesus Cristo conseguiu escapar ao corte do censor. Todas as outras menções de adorá-Lo foram removidas da Tradução do Novo Mundo, excepto esta que permaneceu, mas não por muito tempo! A começar na revisão de 1971, as edições futuras foram adulteradas para que se leia: "E todos os anjos de Deus o reverenciem" e, a que tenho em minha posse (revisão de 1986) diz "E todos os anjos de Deus lhe prestem homenagem”. O contexto deste versículo é muito significativo. E o capítulo inteiro de Hebreus é devotado a contrastar Jesus Cristo com os anjos, mostrando a superioridade do Filho de Deus sobre a criação angélica. Mas a Sociedade Torre de Vigia ensina que Jesus Cristo é um anjo. Logo, não é de admirar que eles mudassem o versículo 6 para eliminar a ideia de O adorar. A raiz grega aqui é proskuneo, a qual pode ser traduzida por "adoração" ou "reverência", dependendo do contexto e, neste caso, da tendência do tradutor. Convidemos a testemunha de Jeová a ler em Apocalipse 22:8-9 na sua própria Tradução Interlinear do Reino, onde a mesma palavra proskuneo é usada no grego original. Lá o apóstolo João diz: "Prostrei me para adorar [raiz: proskuneo] diante dos pés do anjo... Mas ele me diz: Toma cuidado! Não faças isso! Adora [raiz:proskuneo] a Deus". Ponderemos com a testemunha de Jeová que a adoração que o anjo recusou, mas disse a João para dar a Deus, é a mesma proskuneo que o Pai ordena que seja dada ao seu Filho Jesus Cristo em Hebreus 1:6. Então, a TJ talvez entenda que o Filho não é um anjo. Seria apropriado dar ao Filho a mesma honorável adoração que é dada ao Pai? Deixemos João 5:23 responder a esta pergunta "a fim de que todos honrem ao Filho assim como honram ao Pai. Quem não honrar ao Filho, não honra ao Pai que o enviou" (Tradução do Novo Mundo).Descrição: http://fiatchrysler.files.wordpress.com/2014/01/banner-novo.gif

      Eliminar
    12. Biblia dos TJs contem erros heréticos:


      1. Cl 1:15-17 - A palavra "outro" é inserida 4 vezes. Isto não está no original grego e nem está implícito. Esta é uma seção onde Jesus é descrito como o criador de todas as coisas. Desde que a organização da T.J. acredita que Jesus é um ser criado eles inseriram a palavra "outro" para mostrar que Jesus era ates de tudo "outras" coisas, implicando que Ele também fosse um ser criado.
      A. Existem duas palavras, no Grego, traduzidas como "outro": heteros e allos. O primeiro significa outro de uma coisa diferente, ou seja, de natureza diferente. O segundo significa outra coisa da mesma natureza ou do mesmo tipo. Nenhum dos dois é usado nesta seção da Escritura. As T.J. mudaram a Bíblia para torná-la adequada à sua teologia aberrante.
      2. Jo 1:1 - Eles traduziram erradamente este versículo como "um deus". Novamente, isto é porque eles negam quem Jesus é e devem mudar a Bíblia para que ela se torne adequada à sua teologia. A versão das T.J. está assim: "No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era um Deus."
      3. Hb 1:6 - Neste verso eles traduziram a palavra Grega para adoração, proskuneo, como "reverência." Reverência é uma palavra que significa honra, mostra respeito, até curvar-se diante de alguém. Já que, para eles, Jesus é um ser criado, então ele não pode ser adorado. Eles triveram de fazer isto em outros versículos a respeito de Jesus: Mt 2:2,11; Mt 14:33; Mt 28:9.
      4. Hb 1:8 - Este é um versículo onde Deus Pai, está chamando Jesus de Deus: "Mas do Filho diz: O teu trono, ó Deus, subsiste pelos séculos dos séculos, e cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.'" Já que as T.J. não concordam com isso, de novo, eles alteraram a Bíblia para que ela se adequasse à sua teologia. Eles traduziram o verso como: "... Deus está no seu trono..." O problema com a tradução das T.J. é que esta passagem é uma citação do Sl 45:6 que, no Hebraico, só pode ser traduzido como "...O teu trono, ó Deus, subsiste pelos séculos dos séculos..." Para justificar a tradução do N.T eles atualmente também trocaram a tradução do Antigo Testamento!
      A. A Tradução do Novo Mundo é horrível. Ela mudou o texto para se adequar à sua própria teologia em muitos lugares. Mas antes que você pense que estou apenas mencionando o que outros disseram, eu estudei Grego bíblico por 4 1/2 na Faculdade e no Seminário. Adicionalmente, eu tive 1 1/2 ano de Hebraico bíblico. Eu sei, por exame, que a Tradução do Novo Mundo é corrompida pela visão não-cristã e não-bíblica da sociedade.

      Eliminar
    13. TJ e sua Ligação com a Maçonaria


      Ligação com a Maçonaria:
      TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E MAÇONARIA – QUAL A CONEXÃO?

      Pr. Hélio Eduardo de Souza *

      CARTAS RESPONDIDAS
      A Sociedade Torre de Vigia respondendo a um leitor sobre a existência de uma pirâmide de granito com cerca de 2 metros de altura junto ao túmulo do seu fundador e primeiro presidente, Sr. Charles Taze Russell, e a hipótese dele ter se envolvido com a Maçonaria, respondeu o seguinte:

      a) Que realmente existe uma pirâmide junto ao túmulo do Sr, Russell, em Ross, EUA, mas que foi construída por parentes e amigos de Russell de Pittsburgo, onde Russell nasceu e se criou. Afirma, ainda, que entre esses amigos uns eram políticos e comerciantes de sua cidade natal. Contudo não sabe explicar por que motivo eles decidiram homenagear Russell com uma pirâmide.
      b) Quanto ao fato dos diretores da Sociedade Torre de Vigia serem maçons, dizem ser totalmente infundado. Porém, a Sociedade afirma que infelizmente não tem literatura que fale sobre a Maçonaria.

      Em face da resposta negativa da Sociedade (como era de se esperar) analisaremos os seguintes pontos sobre a carta e outros detalhes dessa organização religiosa no decorrer da sua história:

      1) Em cartas anteriores, a Sociedade afirmava desconhecer o fato de haver uma pirâmide junto ao túmulo do Sr. Russell. Embora seja conhecido desde 1916 por muitos jornais norte-americanos e as próprias Testemunhas de Jeová nos EUA. Interessante é que, respondendo a um outro leitor, a Sociedade disse que “aquela pirâmide pode ser vista por qualquer um que for visitar o túmulo de Russell, e que foi ele mesmo que encomendou aquela pirâmide antes de morrer”, de modo que a Sociedade não poderia removê-la de lá.
      2) Agora, numa outra carta, afirma que nem Russell nem a Sociedade teve nada que ver com a construção daquela pirâmide. Qual da três cartas fala a verdade?

      LIGAÇÃO COM PRÁTICAS MAÇÔNICAS
      Na verdade, a Sociedade Torre de Vigia está procurando esconder algo mais além da mera pirâmide – ou seja, a sua ligação com práticas maçônicas. Isto pode até parecer fantasia, mas veja as evidências:

      a) A pirâmide em si já é um símbolo profundamente esotérico. Tal símbolo pode ser visto na cédula de um dólar americano, como homenagem dos maçons norte-americanos. O simbolismo da pirâmide é grande em qualquer literatura esotérica ou maçônica. De fato, Russell se envolveu com a Maçonaria Templária em 1891, através dos irmãos John Edgar e Morton Edgar, que estudavam os segredos da pirâmide de Gizé, no Egito. De acordo com os livros “Venha o Teu Reino”, de 1905, de Russell, e “Os Corredores da Grande Pirâmide”, dos irmãos Edgar, (ambos em inglês), as Testemunhas de Jeová daquela época tinham por hábito estudar um mapa com várias pirâmides e datas proféticas. Era o que se chamava de “O Plano Divino das Eras”, ou “A Tabela da Pirâmide”. Isto pode ser verificado no livro “Proclamadores”, página 162, editado pela Sociedade Torre de Vigia. O próprio John Edgar se tornou um TJ, na cidade de Glasgow (confira na revista Sentinela, de 01/05/1987, p.24).
      b) Mas a Sociedade alega que foram parentes e amigos de Russell os responsáveis pela pirâmide junto ao seu túmulo. Entretanto, a Sociedade se esqueceu que aquele lote no cemitério é de sua propriedade e, ademais, os símbolos incrustados na lápide são também sua propriedade. (Seria bom conferir o livro Proclamadores, p.64). Ora, poderia alguém erigir um monumento obscuro em sua propriedade, sem a sua autorização, e você ainda ficaria impedido de removê-lo?
      c) A Sociedade Torre de Vigia alega que não tem nenhuma literatura que aborde o assunto Maçonaria, exceto uma experiência atual e sem expressão de um certo africano que pertenceu a uma loja maçônica antes de se tornar TJ. Será que em seus anos de existência, tendo abordado e criticado negativamente os mais diferentes ramos das religiões e seitas, a Sociedade Torre de Vigia nunca parou para discutir sobre algo que é tão comentado como a Maçonaria?

      Eliminar
    14. Tjs e SÍMBOLOS MAÇÔNICOS E ESOTÉRICOS

      Além do que já foi analisado nas próprias respostas da Sociedade, vejamos outros indícios curiosos que nos levam a crer que há uma ligação secreta entre a cúpula fechada da Sociedade Torre de Vigia e a Maçonaria, uma sociedade secreta de cunho humanista e deísta:

      a) O símbolo da cruz e coroa que aparece na pirâmide junto ao túmulo de Russell, na verdade é um símbolo, ou “jóia” dos Cavaleiros Templários, que corresponde ao 18º grau do Rito Escocês da Maçonaria (pertenceria Russell a esse grau?). Também em seu túmulo podemos ver outros elementos maçônicos como os ramos de acácia e lírios do campo, além do formato da tumba com as duas colunas maçônicas, ou pedra fundamental (cúbica).
      b) A cruz e a coroa e a armadura medieval eram dois símbolos que apareciam nos cantos superiores da revista Sentinela. Igualmente tais símbolos são do grau 18 da maçonaria.
      c) O sol alado (com asas) também aparece em alguns livros e revistas antigos da Sociedade Torre de Vigia. Trata-se de símbolo teósofo usado pela Maçonaria, Rosa Cruz, Teosofia, Ciência Cristã, etc. (Veja o livro Proclamadores, p. 88)
      d) No Anuário das Testemunhas de Jeová, de 1994, p.9, aparece a fotografia dos veteranos diretores dessa organização. Eles estão sentados numa forma típica dos maçons sentarem-se em suas reuniões secretas, conforme se vê no Manual do Mestre Maçom, de M. Gomes, p.79, Editora Aurora, que diz: “os maçons devem sentar-se com as palmas das mãos sobre as coxas, sem cruzar as pernas”. (Uma homenagem a Osíris)
      e) Em alguns desenhos das revistas e livros da Sociedade Torre de Vigia aparecem, de forma subliminar, certas letras esotéricas traçadas de forma a se confundirem com a paisagem do desenho. Tais letras são evocações cabalísticas de cunho gnóstico, com o objetivo de identificar a Sociedade Torre de Vigia com outras organizações irmãs. Também, há certos sinais executados nos dedos das mãos dos personagens, que já foram usados na Maçonaria do século XVIII. Tais símbolos apareceram nas obras de Aleijadinho e outros pintores renascentistas célebres – todos eles alquimistas.

      Eliminar
    15. AS DUAS CLASSES – CELESTIAL E TERRESTRE
      Já em 1865, antes da criação da Sociedade Torre de Vigia, ensinava-se nos meios esotéricos que haveria duas classes de salvos: uma classe terrestre e outra celeste. Os irmãos Edgar chegaram a esta conclusão por descobrirem que o sarcófago do Faraó Quéops ficava num compartimento superior ao da rainha, no interior da pirâmide de Gizé. Deste modo, idealizaram as duas classes de salvos. Mais tarde, em 1935, o Sr. J. F. Rutherford usou essa teoria para criar a “Grande Multidão” e o “Pequeno Rebanho de 144 mil ungidos para a vida celestial”. (Veja o livro “As Profecias da Pirâmide”, de Max Toth, ed. Record, p.210/211).

      O PARAÍSO TERRESTRE
      No ritual do grau 19, da Maçonaria, diz-se que a proposta da maçonaria é criar um paraíso terrestre a partir do conhecimento e crescimento intelectual dos homens, através das lojas maçônicas espalhadas pelo mundo. Seria este paraíso terrestre também pregado pela Sociedade Torre de Vigia?

      REUNIÕES DAS TJs EM LOJAS MAÇÔNICAS
      Todos estes fatos, aliados ainda ao fato de que Russell e seus seguidores realizavam reuniões públicas dentro de lojas maçônicas, corroboram a tese de que a Sociedade Torre de Vigia é um agente das trevas a serviço da maçonaria e outras sociedades secretas que servem à Nova Era.

      Eliminar
    16. De acordo com a doutrina das Testemunhas de Jeová, sem o "corpo governante" (grupo formado por 10 homens, nos EUA), a Bíblia jamais será entendida. Declaram: "Meramente ter a Palavra de Deus e lê-la não basta para adquirir conhecimento exato que coloca a pessoa no caminho da vida". [A Sentinela, 01/09/1991]

      Além disso, crêem que Jesus foi criado por Deus no céu como o arcanjo Miguel, e encarnou como Seu filho para restaurar o homem do pecado de Adão, sem lhe garantir vida eterna, somente uma condição melhor de vida na terra. Em suma, creem que Jesus não é Deus [Jeová], apenas um deus menor encarnado.


      Em virtude disso, existem algumas perguntas que as TJ's precisam responder se realmente veem Jesus como sendo apenas um deus secundário:
      Em nome de quem deve nos reunir? (Mt 18.20; I Co 5.4)
      Os demônios são submetidos em nome de quem? (Lc 10.7; At 16.18)
      Arrependimento e remissão dos pecados devem ser pregados em nome de quem? (Lc 24.47)
      Em nome de quem devemos crer e receber o perdão dos pecados? (Jo 1.12; 3.16; At 10.43; I Jo 3.23; 5.13)
      Por qual nome - e nenhum outro - podemos obter salvação? (At 4.12)
      Que nome que, invocado, traz resposta à nossa oração? (Jo 14.13,14; 15.16; 16.23,24)
      Em nome de quem o Espírito Santo é enviado? (Jo 14.26)
      Que nome e autoridade foram invocados pelos discípulos na cura de doentes e paralíticos? (At 3.16; 4.7-10,30)
      Que nome dever ser invocado, na palavra de Paulo? (I Co 1.2)
      Que nome está acima de qualquer outro nome? (Ef 1.21; Fp 2.9-11)
      De acordo com Atos 1.8, de quem devemos ser testemunhas?
      Com a ênfase colocada sobre Jeová, podem as Testemunhas dizer honestamente que são obedientes a Atos 1.8?
      Desde que as Testemunhas de Jeová concluem que Jesus representa um papel secundário no criar do universo, por que é dito na criação que 'por intermédio (dia, no grego) de Cristo (Jo 1.3) passou ela a existir'. Temos então de concluir acerca de Jeová, quando Rm 11.36; Hb 2.10diz que a criação veio por intermédio dele (Jeová) que também Ele é a primeira criação? (Ap 21.6)
      Se a mesma palavra usada para descrever o trabalho de Jeová na criação é usada para descrever o mesmo trabalho de Cristo na criação, tal situação não é contra o argumento da Torre de Vigia, ao afirmar que Cristo teve uma participação secundária?
      Jeová diz em Is 44.24, (TNM) 'Eu, Jeová, faço tudo, estendo o céus por mim mesmo, estirando a terra. Quem estava comigo?' Como pode você conciliar essa declaração com o ensino da Torre de Vigia, que declara ter Jeová primeiro criado Cristo que criou todas as demais coisas?
      Os eruditos gregos, unanimemente concordam com a declaração de que Cl 2.9 ensina a deidade absoluta de Jesus. Pode você indicar o nome de um erudito grego ao lado de J. H. Thayer que concordo com a forma da Tradução do Novo Mundo neste versículo?
      O que você pensa que isto significa sobre a natureza de Cristo, quando se declara a 'plena medida', 'completamente', 'totalmente' e 'absoluta' deidade habita nele (Cl 2.9)?
      Você admite que é importante usar os confiáveis manuscritos quando se traduz a Bíblia?
      Por que a Tradução do Novo Mundo se coloca contra a maioria dos melhores e confiáveis manuscritos hebraicos para sustentar sua tradução de Zc 12.10?
      De acordo com os mais respeitáveis manuscritos hebraicos, quem é Jesus em Zc 12.10?

      Eliminar
    17. Sobre a decisão de que somente os 10 homens possuem a verdadeira revelação da Bíblia para os testemunhas de Jeová, o apóstolo Paulo diz o seguinte: "as sagradas letras tornam o homem sábio para a salvação pela fé em Jesus" [2 Tm 3.15]; logo, se qualquer pessoa ler a Bíblia, e somente ela, achará a "fórmula da vida eterna": crer em Jesus.

      A Bíblia conta a história do homem desde os primórdios. Mostra como ele caiu no lamaçal do pecado, não obstante declara que Deus não o deixou entregue à própria mercê, mas enviou seu Filho Unigênito para salvá-lo.

      Assim, o homem saberá que sem Jesus não há salvação. Ele não procurará em Buda, em Maomé, em Krishna, e nem mesmo numa organização religiosa a salvação, pois a Bíblia é absoluta e verdadeira ao enfatizar que a salvação do homem vem exclusivamente por meio de Jesus. [Jo 1.45; 5.39,46; Lc 24.27,44; At 4.12; 10.43; 16.30,31; Rm 10.9-10].

      Eliminar
    18. http://luzdojusto.blogspot.com.br/2014/10/derrubando-seitas-parte-1-testemunhas.html

      Eliminar
    19. Eis o Homem - Jesus é Deus!
      Jesus é DEUS -
      Se você não a concorda leia mais sua bíblia - Via Yuri Schein



      O Senhor será rei de toda a terra. Naquele dia haverá um só Senhor e o seu nome será o único nome.
      Zacarias 14:9
      Neste texto, fala sobre o Juízo das Nações, quando Cristo descer e pisar no Monte das Oliveiras:

      Depois o Senhor sairá à guerra contra aquelas nações, como ele faz em dia de batalha.
      Naquele dia os seus pés estarão sobre o monte das Oliveiras, a leste de Jerusalém, e o monte se dividirá ao meio, de leste a oeste, por um grande vale, metade do monte será removido para o norte, a outra metade para o sul.
      Zacarias 14:3-4

      Zacarias diz que um Só será o Senhor e o seu nome será o único nome. Em Apocalipse, vemos que Jesus é quem vem novamente a terra e reina sobre ela por mil anos:

      E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.
      Apocalipse 20:4


      E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça.
      E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo.
      E estava vestido de veste tingida em sangue; e o nome pelo qual se chama é A Palavra de Deus.
      E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro.
      E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso.
      E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores.
      Apocalipse 19:16


      Fonte: http://luzdojusto.blogspot.com.br/2014/10/eis-o-homem-jesus-e-deus.html

      Eliminar
    20. Quem pisá o Lagar da irá do Todo Poderoso, segundo Apocalipse é Jesus... e segundo Isaias:

      Quem é este, que vem de Edom, de Bozra, com vestes tintas; este que é glorioso em sua vestidura, que marcha com a sua grande força? Eu, que falo em justiça, poderoso para salvar.
      Por que está vermelha a tua vestidura, e as tuas roupas como as daquele que pisa no lagar?
      Eu sozinho pisei no lagar, e dos povos ninguém houve comigo; e os pisei na minha ira, e os esmaguei no meu furor; e o seu sangue salpicou as minhas vestes, e manchei toda a minha vestidura.
      Isaías 63:1-3

      Neste texto quem está falando para Isaías é Deus. Então Deus quem Pisa o Lagar... E Jesus pisou.
      .

      .

      Quem é o Deus forte?

      Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaias 9:6

      Está profecia é muito clara, é sobre Jesus, Isaias disse que Jesus seria Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Principe da Paz.

      Fontes:
      http://luzdojusto.blogspot.com.br/2014/10/eis-o-homem-jesus-e-deus.html

      Eliminar
    21. Novo Testamento:

      Quando os apóstolos chamam Jesus de Senhor (durante todas as cartas apostólicas), ou os Apóstolos estão dizendo que Jesus é Deus ou os apóstolos são falsos profetas.

      Durante todo o novo testamento os apóstolos chamam Jesus de Senhor, Tomé chama ele de Deus. João também chama ele de Deus...

      Como Já dizia C.S Lewis:

      Estou tentando impedir que alguém repita a rematada tolice dita por muitos a seu respeito: "Estou disposto a aceitar Jesus como um grande mestre da moral, mas não aceito a sua afirmação de ser Deus." Essa é a única coisa que não devemos dizer. Um homem que fosse somente um homem e dissesse as coisas que Jesus disse não seria um grande mestre da moral. Seria um lunático - no mesmo grau de alguém que pretendesse ser um ovo cozido — ou então o diabo em pessoa. Faça a sua escolha. Ou esse homem era, e é, o Filho de Deus, ou não passa de um louco ou coisa pior. Você pode querer calá-lo por ser um louco, pode cuspir nele e matá-lo como a um demônio; ou pode prosternar-se a seus pés e chamá-lo de Senhor e Deus. Mas que ninguém venha, com paternal condescendência, dizer que ele não passava de um grande mestre humano. Ele não nos deixou essa opção, e não quis deixá-la.

      Cristianismo Puro e Simples.
      Quando quiseres saber até que ponto uma pessoa tem a revelação bíblica, pergunte quem é Jesus para ela.
      Se ela responder com a Simplicidade de uma criança, e a convicção de uma pessoa madura: Ele é Deus. É porque ela teve a revelação do Evangelho.

      http://luzdojusto.blogspot.com.br/2014/10/eis-o-homem-jesus-e-deus.html

      Eliminar
    22. João 10:30: “Eu e o Pai somos um.” Em um primeiro olhar, isto pode não parecer uma afirmação de Jesus em ser Deus. Entretanto, perceba a reação dos judeus a Sua afirmação: “Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo” (João 10:33). Os judeus compreenderam a afirmação de Jesus como uma declaração em ser Deus. Nos versículos seguintes Jesus não corrige os judeus dizendo: “Eu não afirmei ser Deus.” Isto indica que Jesus realmente estava dizendo que era Deus ao declarar: “Eu e o Pai somos um” (João 10:30). João 8:58 nos dá outro exemplo: “Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou.” Mais uma vez, em resposta, os judeus tomaram pedras em uma tentativa de apedrejar Jesus (João 8:59). Por que os judeus iriam querer apedrejar Jesus se Ele não tivesse dito algo que criam ser uma blasfêmia, ou seja, uma afirmação em ser Deus?
      João 1:1 diz que “o Verbo era Deus.” João 1:14 diz que “o Verbo se fez carne.” Isto claramente indica que Jesus é Deus em carne. Atos 20:28 nos diz: “...Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue.” Quem comprou a igreja com Seu próprio sangue? Jesus Cristo. Atos 20:28 declara que Deus comprou a igreja com Seu próprio sangue. Portanto, Jesus é Deus!
      Tomé, o discípulo, declarou a respeito de Jesus: “Senhor meu, e Deus meu!” (João 20:28). Jesus não o corrige. Tito 2:13 nos encoraja a esperar pela volta de nosso Deus e Salvador, Jesus Cristo (veja também II Pedro 1:1). Em Hebreus 1:8, o Pai declara a respeito de Jesus: “Mas, do Filho, diz: Ó Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos; Cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.”
      Em Apocalipse, um anjo instruiu o Apóstolo João para que adorasse a Deus (Apocalipse 19:10). Nas Escrituras, várias vezes Jesus recebe adoração (Mateus 2:11; 14:33; 28:9,17; Lucas 24:52; João 9:38). Ele nunca reprova as pessoas quando recebe adoração. Se Jesus não é Deus, Ele teria dito às pessoas para não ser adorado, assim como fez o anjo em Apocalipse. Há muitos outros versículos e passagens das Escrituras que atestam a favor da divindade de Jesus.
      A razão mais importante para Jesus ser Deus é que se Ele não o fosse, Sua morte não teria sido suficiente para pagar a pena pelos pecados do mundo inteiro (I João 2:2). Somente Deus poderia pagar preço tão infinito. Somente Deus poderia carregar os pecados do mundo (II Coríntios 5:21), morrer e ressuscitar, provando Sua vitória sobre o pecado e a morte.

      Eliminar
    23. Muito cuidado com os inimigos da cruz. As seitas negam a divindade de Jesus, isto é, dizem que Jesus não é Jeová; que Ele não é nosso Senhor e Salvador. Esses são os anticristos. As Igrejas Cristãs atestam que o Filho – JESUS – é o Deus encarnado. Eis o que diz a Bíblia:
      01) Jesus é o próprio Jeová, que se fez homem e habitou entre nós (João 1.1,2, 14).
      02) O próprio Jesus disse: “Eu e o Pai somos um” (João 10.30, 38)
      03) Jesus disse: “Quem me vê a mim, vê o Pai” (João 14.9; 2 Co 4.4).
      04) Jesus disse: “Antes que Abraão nascesse, EU SOU” (João 8.58); “Se não crerdes que EU SOU, morrereis em vossos pecados” (João 8.24). Jesus usou o mesmo nome usado por Jeová: EU SOU (Êx 3.14). “Eu Sou” transmite idéia de eternidade. Jesus é Eterno; não foi criado. Os inimigos de Cristo morrerão em seus pecados.
      05) Jesus é Senhor dos vivos e dos mortos (Romanos 14.9).
      06) Jesus é o Criador de todas as coisas (João 1.3; Cl 1.15-17).
      07) Jesus é o “nosso grande Deus e Salvador” (Tito 2.13; 2 Pe 1.1,11).
      08) Jesus deve ser adorado como Deus (Hb 1.6-8).
      09) Devemos adorar somente a Deus (Mt 4.10), mas Jesus recebeu e aceitou adoração porque se igualava ao Pai (Mt 2.2,11; 8.2; 14.33; 28.9; Jo 9.38).
      10) A Bíblia diz que a Igreja é de Deus (Atos 20.28). Igualando-se a Jeová, Jesus diz: “Minha Igreja” (Mateus 16.18).
      11) A Bíblia diz que Jesus é DEUS-CRISTO e que nEle habita TODA a divindade (Colossenses 2.2-3, 9).
      12) Jesus disse: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (João 14.6). O artigo definido “o” identifica, individualiza e indica Jesus como a única verdade.
      13) A Bíblia diz que Jeová é autor da vida (1 Samuel 2.6). O mesmo título é dado a Jesus (Atos 3.15).
      14) A Bíblia diz que somente Deus pode perdoar pecados (Isaías 1.18; 43.25; Provérbios 28.13; Mateus 6.12; Lucas 5.17ss). Jesus, na qualidade de Deus feito homem, e conhecendo os corações dos homens, perdoou muitos pecadores (Lucas 23.43; João 5.14; Mateus 9.2).
      15) A Bíblia chama Jesus de Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz (Isaías 9.6).
      16) Ao ver Jesus ressuscitado, Tomé disse: “Senhor meu e Deus meu” (João 20.28). Jesus não repreendeu o discípulo por ter sido chamado de Deus e Senhor. Ele é realmente Deus, Senhor e Salvador.
      17) A Bíblia diz que Jesus é “Deus bendito eternamente” (Romanos 9.5).
      18) A Bíblia diz que Jesus é “o verdadeiro Deus e a vida eterna” (1 Jo 5.20).
      19) A onipotência é atributo exclusivo da Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo). Jesus se declarou onipotente: “Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim; aquele que é, que era e que há de vir, o TODO-PODEROSO” (Ap 1.8).
      20) A Bíblia diz que Cristo é o nosso Salvador (Tito 3.4-6). O próprio Jesus declarou ser Salvador (Mt 18.11; João 3.18).
      21) A Bíblia diz que em nenhum outro nome há salvação, somente em Jesus Cristo. Jeová salva e Jesus salva porque os dois são UM (Atos 4.12).

      Eliminar
    24. A Expressão da Realeza – Jesus é Deus
      A Expressão da Realeza – Jesus é Deus



      Eu e o Pai somos um.
      João 10:30

      Deus é apenas UM! Que se manifesta em três pessoas:

      Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espirito Santo.
      Mateus 28:19

      E ele expressa a sua realeza em nós individualmente, porém é tão poderoso e maravilhoso que não pode ser descrito apenas individualmente...
      A Nossa individualidade, não individualismo, mas individualidade: é uma representação da Realeza do Senhor Deus:

      Ouve, pois, ó Israel, o SENHOR nosso Deus é o único SENHOR.
      Deuteronômio 6:4

      Paulo também afirma em suas Cartas, haver um só Deus:

      Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho ao seu tempo.
      1 Timóteo 2:5

      http://luzdojusto.blogspot.com.br/2014/11/a-expressao-da-realeza-jesus-e-deus.html

      Eliminar
    25. JESUS É DEUS:

      1 – Paulo também afirma que Jesus Cristo:



      1. Existe em forma divina: “Que sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus”. Filipenses 2:6
      2. É a Imagem de Deus: “O qual é a Imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a Criação”. Colossenses 1:15
      3. TODAS as coisas foram criadas POR ELE PARA ELE: “ Porque nEle foram Criadas todas as coisas, que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por Ele e Para Ele. Colossenses 1:16
      4. Ele é antes de todas as Coisas: “Ele é antes de todas as coisas...” Colossenses 1:17ª
      5. Todas as coisas subsistem por ELE: “ e todas as coisas subsistem por Ele”. Colossenses 1:17b.
      6. Ele também é o Cabeça da Igreja: “Ele é a Cabeça do Corpo, da Igreja, é o principio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência. Colossenses 1:18
      7. NELE também habita toda a plenitude da divindade: “Porque foi do Agrado do Pai que toda Plenitude nEle habitasse” Colossenses 1:19.
      Porque nEle habita corporalmente toda a plenitude da divindade; Colossenses 2:9
      8. JESUS (DEUS) COMPROU A IGREJA COM SEU SANGUE: Preste atenção, Jesus fez paz com seu sangue da sua Cruz:
      E que havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus. Colossenses 2:20
      Pedro também diz que Jesus comprou-nos com seu sangue: “Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradições recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como o de um cordeiro imaculado e incontaminado,” 1 Pedro 1:18-19
      Preste a Atenção neste verso: “Olhai, pois por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espirito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. Atos 20:28
      Deus resgatou a Igreja com SEU próprio Sangue.
      9. Cabeça de todo o principado e potestade: “E estais perfeitos nEle, que é a cabeça de TODO o principado e potestade;” Colossenses 2:10

      http://luzdojusto.blogspot.com.br/2014/11/a-expressao-da-realeza-jesus-e-deus.html

      Eliminar
    26. Jesus é Deus!

      João Afirma que Jesus Cristo:



      10. É o Verbo: “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos sua glória, como a glória do unigênito do Pai” João 1:14a
      11. O Verbo estava com Deus: “No Principio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus...” João 1:1a.
      12. O Verbo era Deus: “e o Verbo era Deus.” João 1:1b
      13. Estava no Principio com Deus: “Ele estava no principio com Deus” João 1:2
      14. Novamente afirmação apostólica que todas as coisas foram feitas por Jesus: “Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez” João 1:3
      Deus diz em Isaias que foi ele quem Criou todas as coisas, por ele mesmo, ninguém o ajudou:
      “Assim diz o SENHOR, teu redentor, e que te formou desde o ventre: EU SOU O SENHOR que FAÇO TUDO, QUE SOZINHO estendo os Céus, e espraio a terra por mim mesmo;” Isaias 44:24
      Se todas as coisas foram feitas por Jesus e sem Ele nada do que foi feito se Fez, e Deus afirma que por ele mesmo ele FEZ TUDO... Já deu pra entender? Jesus é Deus!
      15. Jesus é a Luz verdadeira, que ilumina a todo o homem: “Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.” João 1:9
      16. O Mundo foi Feito por Jesus: “Estava no mundo, e o mundo foi feito por Ele, e o mundo não o conheceu.”

      http://luzdojusto.blogspot.com.br/2014/11/a-expressao-da-realeza-jesus-e-deus.html

      Eliminar
    27. Jesus é Deus !!!!

      João Batista:



      17. João Batista diz que veio para Endireitar o caminho do SENHOR: “Disse: Eu sou a voz do que Clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaias”. João 1:23 – O Texto usado por João em Isaias 40:3 “Endireitai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus” Faz referencia diretamente a Deus. João disse que ele estava endireitando o caminho para Deus
      18. Jesus é o cordeiro de Deus, que tira o pecado do Mundo: “No Dia Seguinte João Viu a Jesus, que vinha para ele e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” João 1:29 - Jesus é o Cordeiro e é o Próprio Deus, alguém pode perguntar: como seria possível? Mas veja, a declaração do verso 30 “ Este é aquele do qual eu disse: Após mim vem um homem que é ANTES de mim, por que foi primeiro do que eu?” João 1:30, Se vermos a história veremos que João nasce primeiro que Jesus, como ele diz que Jesus veio antes dele? Pois Jesus é o Verbo que estava com Deus e que é DEUS!
      19. Jesus é o Filho de Deus: “E eu vi, e tenho testificado que este é o Filho de Deus.” João 1:34.
      20. Jesus veio do Céu: “Aquele que vem de cima é sobre todos; aquele que vem da terra é da terra e fala da terra. Aquele que vem do céu é sobre todos. E aquilo que viu e ouviu isso testifica; e ninguém aceita seu testemunho.” João 3:31-32
      21. Deus entregou todas as coisas na mão de Jesus “O Pai ama o Filho, e todas as coisas entregou nas suas mãos.” João 3:35 – A Biblia também diz em Salmos que “todo o poder pertence a Deus”. Jesus tem todas as coisas em suas mãos, pois ele é Deus, o Filho unigênito de Deus, Verbo de Deus, faz parte de Deus.

      http://luzdojusto.blogspot.com.br/2014/11/a-expressao-da-realeza-jesus-e-deus.html

      Eliminar
    28. Jesus é Deus

      Jesus Afirma:



      22. Jesus pode dar a Agua da Viva, o Espirito Santo: “Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna” João 4:14
      23. Deus é Espirito, o Espirito é Jesus e Jesus é Deus: “Deus é Espirito, e importa que os que o adoram o adorem em espirito e em verdade.” João 4:24
      “Ora, o Senhor é o Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, ai há Liberdade”. 2 Coríntios 3:17
      A Palavra Kyrios em Grego (Senhor) é sempre uma menção de Paulo e os Apóstolos, ao Senhor Jesus.
      24. Jesus afirma ser o Messias: “A mulher respondendo disse-lhe: Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo) vem; quando ele vier, nos anunciará tudo. Jesus lhes disse: Eu o sou, eu que falo contigo.” João 4:25-26
      25. Jesus é Salvador: “E diziam mulher, Já não é pelo teu dito que nós cremos, porque nós mesmos o temos ouvido, e sabemos que este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo.” João 4:42 – Em Atos também vemos a Afirmação que é por meio do Nome de Jesus Cristo que recebemos salvação e em nenhum outro. No Antigo Testamento Vemos os Profetas Isaias, Jonas e Outras, dizerem que a Salvação pertence somente ao SENHOR. Isaias diz: “Eu anunciei, e Eu salvei, e Eu fiz ouvir, e deus estranho não houve entre vós, pois vós sois as minhas testemunhas, diz o SENHOR; EU SOU DEUS!” Isaias 43:12 – Deus é quem salva e realiza salvação, no Novo testamentos vemos que a Salvação vem apenas pelo Nome do Senhor Jesus Cristo.
      26. Jesus tinha a Glória com o Pai: “E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela Glória que tinha contigo, antes que o mundo existir”. João 17:5. Isaias Diz que Deus não dá a Glória Dele a Ninguém “Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura”. Isaias 42:8 – Jesus diz que ele recebe honra do Pai “Para que todos honrem o Filho como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o Enviou.” João 5:22
      27. As Escrituras testificam de Jesus: “Examinai as escrituras, porque vós cuidas ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;” João 5:39
      28. Jesus é o Pão da Vida: “E Jesus lhes disse: Eu sou o Pão da Vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.” João 6:35
      29. Jesus se declara Deus – 1: “Está escrito nos profetas: E serão todos ensinados por Deus, portanto todo aquele que do Pai ouviu e aprendeu vem a mim” João 6:45
      30. Jesus Água Viva 2: “E no ultimo dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre. E isto disse ele do Espirito que haviam de receber os que nele cressem; porque o Espirito Santo ainda não fora dado, por ainda Jesus não ter sido glorificado.” João 7:37-39
      31. Jesus a Luz do Mundo 2: “Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a Luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. João 8:12
      32. Jesus diz que não é Deste mundo: “E Dizia-lhes: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo.” João 8:23
      33. Jesus diz que ele é o EU SOU 1: “Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que EU SOU, morrereis em vossos pecados. João 824
      34. Jesus diz que ele é o EU SOU 2x: “Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do homem, então conhecereis que EU SOU, e que nada faço por mim mesmo; mas isto falo como meu Pai me ensinou.” João 8:28

      http://luzdojusto.blogspot.com.br/2014/11/a-expressao-da-realeza-jesus-e-deus.html

      Eliminar
    29. Jesus é Deus!!!

      Jesus afirma 2 Parte!

      35. Jesus diz que ele é o EU SOU 3x: “Disse-lhe Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão Existisse, EU SOU. João 8:58
      36. Jesus é a Porta das Ovelhas: “Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas”. João 10:7
      37. Jesus é o Bom Pastor: “Eu sou o Bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas Ovelhas” João 10:10.
      38. Jesus e o Pai são apenas um, (Se Faz igual a Deus): “Eu e o Pai, somos UM” João 10:30 No Verso 33 “Os Judes responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejaremos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo”.
      39. Jesus é a Ressurreição e a Vida: “Disse-lhe Jesus: Eu Sou a ressureição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?” João 11: 26
      40. O Evangelho de João Declara Jesus Deus: “Para que se cumprisse a palavra do profeta Isaias que diz: “Senhor, quem creu na nossa pregação:” E a quem foi revelado o braço do Senhor?” João 12: 37 – Este texto fala SENHOR usado no Hebraico para se designar a Deus.
      41. Jesus se declara Deus: “Disse-lhe Jesus: Estou a tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido Felipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai? João 14:9
      42. Jesus é o Caminho a Verdade e a Vida: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o Caminho, e a Verdade, e a Vida, ninguém vem ao Pai se não por Mim.” João 14:6
      43. Jesus é a Videira: Eu sou a Videira verdadeira, e meu Pai é o Lavrador. João 15:1
      44. Jesus se declara Deus 3x: Leia todo o texto de João 18:8. “Quando, pois lhes disse: Sou Eu, recuaram e caíram por terra.” João 18:6;
      45. Tomé Declara que Jesus é Deus e Jesus não o Repreende “E Tomé Respondeu e lhe disse: Senhor meu, e Deus meu!” João 20:28 – Leia também o Vs 29.
      46. Jesus é o Alfa e o Omega o todo Poderoso, Aquele que era é e Há de Vir: “Eu sou o Alfa e o Ômega, o principio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso.” Apocalipse 1:8.
      47. Isaias chama Jesus de Deus Forte: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. – Isaías 9:6”

      http://luzdojusto.blogspot.com.br/2014/11/a-expressao-da-realeza-jesus-e-deus.html

      Eliminar
    30. Miguel Bárbaro:

      "O Senhor Jesus tem a Mesma Natureza Divina que o Pai ou não? Sim ou não?
      E vê se não fazes o mesmo erro que todos os russelitas fazem afirmando que os Cristãos acreditam que o Senhor Jesus e Deus Pai são a Mesma Pessoa. Essa não é a nossa crença mas sim a estupidez que voz foi "ensinada".
      Fico à espera que digas se o Senhor Jesus tem a Mesma Natureza que o Pai ou não."

      "Essa não é a nossa crença mas sim a estupidez que voz foi "ensinada"."

      Isso não é estupidez nenhuma é a realidade nua e crua, da confusão que a doutrina da trindade criou... Cada igreja trinitária tem sua própria fórmula sobre a tal trindade romana, mas o fato é que nenhuma das fórmulas aparece na bíblia!

      Já responderam, Jesus tem a mesma natureza do pai, pois foi gerado pelo pai. Agora cabe a você usar a bíblia e provar que por ter a mesma natureza, Jesus obrigatóriamente deve ser parte co-igual do Deus único. Onde a bíblia diz isso? Onde há esse conceito na bíblia? Gostaria muito de ver!

      Eliminar
    31. "Já responderam, Jesus tem a mesma natureza do pai"

      Então se o Pai tem a Natureza DIvina e o Filho tem a Mesma Natureza que o Pai, qual é a Natureza do Filho?

      Eliminar
    32. Parabéns yuri pelo excelente trabalho. Se eu fosse testemunha de Jeová já teria me convertido ao evangelho depois de ler este texto. Tenho em minha residência a tradução do novo mundo mais antiga que diz em Hebreus que Jesus deve ser adorado e tenho também o livro proclamadores do reino de Deus para provar que vc está totalmente correto.

      Eliminar
    33. I João
      Capítulo 5

      7 - Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um.
      I João
      Capítulo 5

      8 - E três são os que testificam na terra: o Espírito, e a água e o sangue; e estes três concordam num.


      Eliminar
    34. Leia Joao capítulo 1...Ele estava com Deus e era Deus. NaO sei porque tanta polêmica se esta claro como a água está afirmação.

      Eliminar
  2. http://www.youtube.com/watch?v=Z26EUENU3uw

    ResponderEliminar
  3. Os Cristãos do Líbano ou oriente Médio se sentirão ofendido, a ignorância é tanto, que Allah significa Deus em Árabe!

    ResponderEliminar
  4. Deus em árabe é Illah, e não Allah. Allah era o nome dum falso deus da seita politeísta que antecedeu o islão.

    ResponderEliminar
  5. significa a palavra Allah é o deus-lua não devemos criticar a religião dos outros! Cada um crê no que acredita .se as pessoas não criticassem. Tantos os outros ou suas crenças talvez o nosso mundo seria melhor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Voce ainda pensa a mesma coisa agora depois dos ataques do EI?

      Eliminar
    2. O problema é que a seita deles quer matar todos que não creem como eles.

      Eliminar
  6. 20 E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para que conheçamos ao Verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.
    1jo5:20

    ResponderEliminar
  7. Jesus disse em sua palavra Eu é o pai somos um só.
    Uma pergunta bem interesante quem é o fundador da Testemunha de jeova?
    Se vocês são Testemunhas acho que deveriam ensinar a real é verdadeira palavra não disturcer ela igual vocês fazem.

    ResponderEliminar
  8. Mais uma vez venho te dizer que se tu editar este testo conforme seu intendimento,não aquilo que sua organização te ensinou..ficaria perfeito:

    Dt 6:4 –O Senhor nosso Deus é o único Senhor.

    Dt 32:39-Eu Sou,Eu somente,e não há outro Deus além de mim.

    II Sm 7:22-Não há semelhante a ti,e não há outro Deus além de ti.

    Is. 43:11-Eu sou o Senhor e fora de mim não há Salvador.

    Mc. 12:29-O Senhor nosso Deus é o único Senhor.

    Is. 45:18 –Eu sou o Senhor,e não há Outro.

    I Cr. 17:20- Senhor,ninguém há como tu e não há Deus fora de Ti.

    I Co. 8:4 –Não há outro Deus senão UM só.

    A Bíblia é clara quando nos relata a existência de UM ÚNICO DEUS,e chega a dizer que até os demônios sabem que Deus é UM SÓ. Tg 2:19

    QUEM É ESTE DEUS?

    Se Deus é UM SÓ,quem é esse único Deus?

    O único e verdadeiro Deus é JESUS CRISTO. I JO 5:20

    Jô 1:1 –O Verbo era Deus

    Hb. 1:8 –Mas acerca do filho: O teu trono ó Deus , é para todo sempre.

    Jo. 20:28 –Tomé disse à Jesus: Senhor meu e Deus meu.(divindade absoluta atribuída a Cristo).

    Rm.9:5 –Deus bendito para todo sempre.

    Tt. 2:13-Nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo.

    Jd- Ao único Deus nosso salvador,por Jesus Cristo,nosso Senhor

    I Jo 5:20-Jesus Cristo,este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.Este versículo nos revela o mistério que nos foi escondido.Deus quis dar a conhecer qual seja a riqueza da glória desse mistério entre os gentios,isto é, CRISTO EM VÓS,A ESPERANÇA DA GLÓRIA. CL.1:27

    A PLENITUDE DA DIVINDADE HABITA EM JESUS CRISTO

    Plenitude quer dizer : cheio,repleto,sem espaço para absolutamente mais nada ou ninguém.
    A Bíblia é muito clara em dizer: EM JESUS CRISTO HABITA TODA PLENITUDE DA DIVINDADE.Cl 2:9

    A Bíblia diz que Deus é Espírito e é impossível de se ver um espírito.Jo 4:24
    Só podemos ver Deus na face de Jesus pois Jesus é a imagem do Deus invisível.Cl 1:15

    Jesus Cristo é o Deus revelado aos homens,Jo 1:18

    Jesus Cristo é o Deus todo poderoso. Ap. 1:8

    Jesus Cristo é o Deus forte. Is 9:6

    Jesus Cristo é o primeiro e o último.Ap. 22:13

    Jesus Cristo é o Deus com autoridade sobre o vento e o mar.Mt 8:27

    Jesus Cristo é o Deus que tem o nome acima de todos os nomes.Fl 2:9

    Jesus Cristo é o Deus que tem poder sobre a morte.Jo 11:43

    Jesus Cristo é o Deus que perdoa pecados.Mt 9:2

    Jesus Cristo é o Deus que responde nossas orações.Jô 14:14


    A maior manifestação de Deus aos homens foi quando Ele mesmo se fez carne (JESUS CRISTO),e se revelou a nós.

    Todo aquele que vai além da doutrina de Cristo,e não permanece nela,não tem Deus.Quem persevera na doutrina de Cristo,esse tem tanto O PAI QUANTO O FILHO.Se alguém vem ter convosco e não traz essa doutrina,não o recebais em casa,nem tampouco o saudeis.II Jo vers. 9 e 10

    JESUS É O MESMO ONTEM,HOJE E PARA SEMPRE .Hb 13:8

    ResponderEliminar
  9. Eu quando vejo comentarios que distorcem as verdades bíblicas procuro refuta-las, mas este Yuri Schein... Caraca, Deus continue lhe dando sabedoria e humildade.

    ResponderEliminar
  10. No texto você disse q na bíblia em Êxodo 3:14,15 Deus dizia a Moisés q seu nome era YAHWEH e q todas as gerações o conheceriam assim ,mas na bíblia na vdd esta escrito assim "E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais:Assim dirá aos filhos de Israel; EU SOU me enviou a vós.
    E Deus disse mais a Moisés:Assim dirás aos filhos de Israel;O senhor Deus de vossos pais,o Deus de Abraão,o Deus de Isaque,e o Deus de Jacó, me enviou a vós;este é meu nome eternamente,e este é meu Memorial de geração em geração." Ou seja ,Deus n disse q o nome dele era YAHWEH ,e sim que queria q se referissem a ele como Deus de Abraão,Isaque e Jacó.

    ResponderEliminar
  11. Vamos pela lógica, temos duas afirmações:

    1a. - Jesus é Deus
    Se vc ADORAR SOMENTE À DEUS, e se Jesus É Deus, vc faz a coisa certa

    2a. Jesus não é Deus
    Se vc ADORAR SOMENTE À DEUS, a se Jesus NÃO for Deus, vc faz a coisa certa.

    Conclusão: pense em Deus com nosso criador, um ser supremo e todo poderoso. E pense em Jesus como nosso Salvador, enviado por Deus

    ResponderEliminar
  12. O Deus do Alcorão, é o mesmo Deus dos Judeus e dos Cristão, vejam estes trechos do Alcorão:

    "AN NISSÁ"
    (AS MULHERES)
    Revelada em Madina; 176 versículos.
    4ª SURATA

    163 Inspiramos-te, assim como inspiramos Noé e os profetas(317) que o sucederam; assim, também, inspiramos Abraão, Ismael, Isaac, Jacó e as tribos, Jesus, Jó, Jonas, Aarão, Salomão, e concedemos os Salmos a Davi.



    "AAL ‘IMRAN"
    (A FAMÍLIA DE IMRAN)
    Revelada em Madina; 200 versículos.
    3ª SURATA

    45 E quando os anjos disseram: Ó Maria, por certo que Deus te anuncia o Seu Verbo, cujo nome será o Messias(148), Jesus, filho de Maria, nobre neste mundo e no outro, e que se contará entre os diletos de Deus.
    46 Falará aos homens, ainda no berço, bem como na maturidade, e se contará entre os virtuosos(149).
    47 Perguntou: Ó Senhor meu, como poderei ter um filho, se mortal algum jamais me tocou? Disse-lhe o anjo: Assim será. Deus cria o que deseja, posto que quando decreta algo, diz: Seja! e é.

    ResponderEliminar
  13. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
    Mateus 28:19

    Jesus é Deus. Não queira compreender inteiramente todos os segredos dessa verdade, ainda tens uma mente limitadíssima para tal. Aqui é necessário ter fé!

    Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia.
    Mateus 28:6

    Ele não está morto, diferente de muitos que estão registredos na história, que inclusive tentaram passar por messias, Jesus está vivo e vai voltar, quando voltar o que será daquele que não crê, daquele que faz os pequeninos errarem ?

    Mas se alguém fizer tropeçar um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe seria amarrar uma pedra de moinho no pescoço e se afogar nas profundezas do mar.
    Mateus 18:6

    Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.
    Gênesis 3:5
    Nesse verso não há mentira, mas ainda assim a serpente usou da verdade com sua mentira para enganar, hoje a estratégia é a mesma, muitos enganando usando a verdade para tal...

    E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
    Gênesis 3:6

    Eva preferiu crer inteiramente em uma serpente do que ter fé e obedecer a Deus.
    Hoje existe uma guerra, crer em Jesus para muitos e algo inaceitável, digno de morte, mas logo esse sofrimento acabará, logo a guerra terá fim, sei quem é Jesus, Deus é maravilhoso, para os que morrem com Cristo estão lucrando, ter fé apesar de ser algo raro nos nossos dias ainda é o que nos separá da morte, a fé as vezes está contra o que diríamos "racional".


    Paz.

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ShareThis