MITOS ISLÂMICOS

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

5 ayahs do Alcorão que promovem a violência

Sempre que recebem informação de que um grupo islâmico levou a cabo mais um acto de violência, os maometanos ocidentalizados dirão que esses actos não representam o verdadeiro islão, e que esses homens não são muçulmanos genuínos. Eles responderão que as raízes da sua fé são inteiramente pacíficas, e que a sua religião - o islão - é inteiramente pacífico.

Obviamente que isto logicamente levanta a questão do porquê tantos maometanos estarem a matar pessoas, e a alegar que o Alcorão apoia os seus actos. Eu proponho que eles têm razão no que dizem, e que o Alcorão de facto prescreve o assassinato daqueles que eles consideram como "infiéis". Eis aqui 5 ayahs que promovem a violência:
  • 1 – “E quando vos enfrentardes com os incrédulos, (em batalha), golpeai-lhes os pescoços, até que os tenhais dominado, e tomai (os sobreviventes) como prisioneiros.” - Alcorão 47:4
Os estudiosos liberais frequentemente dirão aos seus estudantes que a palavra " decapitam" não aparece nesta passagem, e eles têm razão. Em vez da palavra "decapitem" o Alcorão (isto é, Maomé) disse aos maometanos para golpear os pescoços dos incrédulos até que tenha infligido matança.
  • 2 – "Matai-os onde quer se os encontreis e expulsai-os de onde vos expulsaram, porque a perseguição é mais grave do que o homicídio. ... E combatei-os até terminar a perseguição e prevalecer a religião de Deus. Porém, se desistirem, não haverá mais hostilidades, senão contra os iníquos." - Alcorão 2:191,193
O contexto histórico desta passagem não é uma guerra defensiva. Os maometanos tinham acabado de chegar a Medina e não estavam a ser atacados. Maomé não está a ordenar aos seus seguidores que tomam acções contra os inimigos que os estão a perseguir, mas sim a ordenar os seus fiéis a subjugar as povoações dos infiéis e matá-los.
  • 3 – "Também vos está vedado desposar as mulheres casadas, salvo as que tendes à mão. Tal é a lei que Deus vos impõe." - Alcorão 2:24
Quando o Alcorão fala sobre "as que tendes à mão", ele refere-se àquelas que estão na sua posse - propriedade sua. No contexto da surah 4, o Alcorão fala das mulheres que eles capturaram em guerra. Aquelas mulheres que foram capturadas como reféns numa guerra são aquelas que "tendes à mão". Maomé sancionou o abuso sexual destas mulheres capturadas em guerra.

Alguns maometanos interpretam este verso como sendo um que dá permissão aos maometanos que tenham relações com múltiplas esposas, mas o versículo claramente faz distinção entre as esposas que aquelas que "tendes à mão".
  • 4 –  "Infundiremos terror nos corações dos incrédulos, por terem atribuído parceiros a Deus, sem que Ele lhes tivesse conferido autoridade alguma para isso." - Alcorão 3:151
Quando o versículo diz "por terem atribuído parceiros a Deus", refere-se a idolatria; politeísmo. Uma vez que alguns maometanos acreditam que o conceito Cristão de Cristo é politeísmo, esta ayah também se refere a eles.
  • 5 – "Está-vos prescrita a luta (pela causa de Deus), embora o repudieis. É possível que repudieis algo que seja um bem para vós e, quiçá, gosteis de algo que vos seja prejudicial" - Alcorão 2:216
Sabemos a partir da Tradição islâmica (Hadeeth) que o contexto desta passagem não é uma guerra defensiva. Maomé narra esta ayah como forma de motivar e encorajar os seus discípulos a atacar as caravanas dos mercadores de Meca. Ele diz-lhes que embora eles odeiam combater, qualificando isso de imoral, isso é uma ordem a qual eles, como maometanos, estão obrigados a seguir

Fonte

45 comentários:

  1. é melhor substituir a palavra "Deus" por "Alá".
    Afinal, num país tão imbecilizado como o nosso, é bem provável que aparece os ateuzinhos alegando que o Deus cristão é o mesmo deus islâmico. É só uma dica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas vc não sabia que Alá é um deus também, dentre milhares de outros "existentes" em inúmeras culturas? A palavra "Deus" é genérica.

      Eliminar
    2. e quem falou que não é, tem tanta gente que se diz cristã ou islamica ou judeu e nem se quer le suas escrituras para saber o comum entre elas, veja que estas passagens são meramente palavras de maomé, não de Deus, faço uma proposta para que vc leia o alcorão para ver que o Corão faz menção a jesus da mesma forma que a biblia e a torá, oque difere é que os lideres aceitam ou não á jesus, mas no livro maomé cita e da veracidade ao fato de esus ser o messias.

      Eliminar
    3. Em nenhum momento maome cita Jesus Como o messias. Ele cita Jesus Como apenas Um profeta. Em nenhun momento o Jesus e mencionado Como o filho de Deus.

      Eliminar
    4. Mas para os cristãos Jesus é DEUS feito homem

      Eliminar
    5. Genérica para ti, pagão! todos os outros deuses serão referidos como "deus" o El Shaday sempre será "Deus"

      Eliminar
    6. Se estudar um pouco de história bíblica chega-se a verificar que a descendência de Ismael, filho de Abrão, depois Abraão, fez descender esse povo que denominou o mesmo Deus de Abraão, no princípio judaico / cristão , de Alá. O Deus dos judeus e dos cristão (descendentes de Isaac) é denominado, popularmente, de Deus; o mesmo Deus é denominado pelos descendentes de Ismael de Alá (ou Alah).

      Eliminar
    7. Ateu num sabe prrr... nenhuma de Deus´o deus deles(os ateus) é o seu própio ventre, Nunca o "deus" da bibkía será o deus do alcorão... isso é ipossível basta somente perceber a pregação de um e do outro. AMOR/ódio, e td isso que acontece no oriente mêdio é o caus da religiosidade que não faz bem a ninguém religiosidade mata mais Jesus cristo veio da a vida com abundãncia.

      Eliminar
    8. Camaradas tanta discussão por coisa tão simples. Uma rápida pesquisa no Googlemesmo explica facinho: Alá (que na verdade é a versão "aportuguesada" da transliteração de الله [Allah]) é simplesmente a palavra no idioma árabe para Deus, e não o nome do "deus deles". Assim como em inglês é God, em francês é Dieu, em espanhol é Dios, em russo é бог (pronuncia-se "Bog") e assim por diante...

      Agora se vocÊs quiserem acretidar que الله, God, Deus e бог são a mesma coisa ou não, ai é com vocês...

      E sobre o texto, não sou muçulmano, mas tem duas coisas que sei muito bem neste mundo:

      1° Tirar textos de seu contexto para ter um pretexto para um erro é a coisa mais fácil do mundo;

      2° Quando se quer acreditar (ou não acreditar) em algo, você verá em tudo argumentos inquestionáveis para o quer e qualquer argumento contrário não fará sentido nenhum (independente do nível de lógica, incoerência e/ou racionalidade que qualquer argumento ou contra-argumento apresente).

      Eliminar
    9. vcs são bem ignorantes... imbecis xenofóbicos e preconceituosos...

      Eliminar
    10. muita ignorância kkkkk nem vou comentar vai que essa doença pega! Deus não é good e nem ala kkkkk

      Eliminar
    11. Ai eu Acredito em um sò Deus que criou todas as coisas. Mas nosso amigo ai Dinho Fernandez tem toda razão no meu ver Ala na lingua deles Deus na nossa Espanhol Dios God assim a diante nada ver os outros coment..

      Eliminar
  2. Eu se fosse a ti, antes de abrir a boca, primeiro aprendia a escrever em português! Não achas boa ideia?

    ResponderEliminar
  3. Jesus - Novo Testamento - "E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.
    E, dito isto, ia caminhando adiante, subindo para Jerusalém".
    Lucas 19:27-28

    Yaveh - Antigo Testamento - "Agora, pois, matai todo o homem entre as crianças, e matai toda a mulher que conheceu algum homem, deitando-se com ele.
    Porém, todas as meninas que não conheceram algum homem, deitando-se com ele, deixai-as viver para vós".
    Números 31:17-18

    Deus - Yaveh - AT - "Que se for, e servir a outros deuses, e se encurvar a eles ou ao sol, ou à lua, ou a todo o exército do céu, o que eu não ordenei,
    E te for denunciado, e o ouvires; então bem o inquirirás; e eis que, sendo verdade, e certo que se fez tal abominação em Israel,
    Então tirarás o homem ou a mulher que fez este malefício, às tuas portas, e apedrejarás o tal homem ou mulher, até que morra".
    Deuteronômio 17:3-5

    Não há nada que Nosso Senhor Alá tenha feito ou mandado fazer no Corão, que não tenha antes feito ou mandado fazer na Bíblia.
    Ou para entenderem melhor, na lingua de vocês, que acreditam que o Deus da Bíblia é diferente do Deus do Corão:
    Não há nada que Alá tenha feito ou mandado fazer no Corão, que os "deuses" Cristo e Yaveh não tenham feito ou mandado fazer duas vezes pior na Bíblia.

    Glorioso é Alá, Allahu Akbar! Glorioso é Alá, Allahu Akbar!
    Todo cristão, todo judeu e tal como todo muçulmano, não espera mais se não a Akhirah - Vida após a Morte, desde que a mesma seja no Paraíso.
    A diferença é que vocês não desempenham tanta força de vontade à fé para que isso aconteça.

    - Vocês não fazem a Fajr - oração da manhã, não fazem a Dhuhr - Oração do meio-dia ou a Asr - Oração da Tarde e nem a Isha - Oração da noite.

    - Vocês não tem Jihad, são portanto preguiçosos pois no fundo, querem manter Jerusalém na mão do "povo de Deus" mas nada lutam para isso.

    - São miseráveis, verdadeiros "mão de vaca" pois não fazem a Zakat como purificação - Doação anual de parte dos bens acumulados.

    - Não nomeiam nada como Haram - Algo que não deve comer, portanto comem tudo o que a Bíblia proibiu de comer em Levítico 11.

    E depois nós muçulmanos que estamos errados? Ninguém tem mais fé que um muçulmano, ninguém ama mais a Deus que um muçulmano.

    Somos por vezes radicais? sim, mas quem não faz extremidades por uma paixão? Quem não mataria pelo amor? Vocês matariam pelos seus pais e filhos? Amamos Deus mais que tudo!

    BISMILLAH, que vocês sejam menos ignorantes e tenham mais prudência pois o Dia do Juizo Final está para chegar, e disso não podemos discordar, portanto não desejo eu que vocês vão ao inferno, desejo que abram seus olhos e percebam que Alá é o verdadeiro Deus e ele é misericordiosíssimo e se arrependam, antes que tarde seja. Amém.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jesus - Novo Testamento - "E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim. Lucas 19:27-28

      Parábola.

      Yaveh - Antigo Testamento - "Agora, pois, matai todo o homem entre as crianças, e matai toda a mulher que conheceu algum homem, deitando-se com ele. Porém, todas as meninas que não conheceram algum homem, deitando-se com ele, deixai-as viver para vós".
      Números 31:17-18


      Execução de idólatras durante a Lei Mosaica (não lei eterna e intemporal).

      "Que se for, e servir a outros deuses, e se encurvar a eles ou ao sol, ou à lua, ou a todo o exército do céu, o que eu não ordenei,E te for denunciado, e o ouvires; então bem o inquirirás; e eis que, sendo verdade, e certo que se fez tal abominação em Israel,Então tirarás o homem ou a mulher que fez este malefício, às tuas portas, e apedrejarás o tal homem ou mulher, até que morra". Deuteronômio 17:3-5

      Execução de idóltras DENTRO do Reino de Israel - e não lei eterna e intemporal para todo o sempre.

      E convém lembrar que os muçulmanos acreditam que o deus deles é o Deus da Bíblia, mas de um muçulmano deixar de ser muçulmano e passar a ser Cristão, ele tem que ser morto . MESMO QUE ESTEJA A ADORAR O MESMO DEUS (supostamente).

      Não há nada que Nosso Senhor Alá tenha feito ou mandado fazer no Corão, que não tenha antes feito ou mandado fazer na Bíblia.


      Quais partes do Alcorão? As suras de Meca ou as abrogações de Medina?

      Para além disso:

      - o Alcorão sanciona a mentira como forma de avançar com a mensagem, coisa que o Verdadeiro Deus não permite.
      - O Alcorão permite o espancamento das esposas (4:34)
      - O Alcorão permite a violação dos acordos feitos com infiéis (Hudna)
      - O Alcorão permite a mentra (taqqiyah)

      etc, etc.

      Eliminar
    2. Todo cristão, todo judeu e tal como todo muçulmano, não espera mais se não a Akhirah - Vida após a Morte, desde que a mesma seja no Paraíso.

      Mas o "paraíso" islâmico é bem diferente do paraíso Bíblico. Qual dos dois tu esperas?

      - Vocês não fazem a Fajr - oração da manhã, não fazem a Dhuhr - Oração do meio-dia ou a Asr - Oração da Tarde e nem a Isha - Oração da noite.

      Os árabes pagãos pré-islâmicos faziam todas essas rezas, Aliás, Maomé chegou a rezar lado a lado com eles, logo após recitar os conhecidos "versículos satânicos". Irão eles para o jannah, e obter as suas houris?

      - Vocês não tem Jihad, são portanto preguiçosos pois no fundo, querem manter Jerusalém na mão do "povo de Deus" mas nada lutam para isso.

      Jihad, que é luta ofensiva para propagação FORÇADA da fé islâmica, certamente que não existe na Bíblia.

      - São miseráveis, verdadeiros "mão de vaca" pois não fazem a Zakat como purificação - Doação anual de parte dos bens acumulados.

      Os Cristãos são mais caridosos que os maometanos. Em caso de dúvida, vê quantas organizações estão em África a ajudar o continente, e quantas organizações estão lá a fazer o mesmo aos não-muçulmanos. Aliás, é bem provável que tu vivas num país de maioria Cristã que generosamente permitiu a entrada de muçulmanos

      - Não nomeiam nada como Haram - Algo que não deve comer, portanto comem tudo o que a Bíblia proibiu de comer em Levítico 11.

      Mas pelo menos não bebemos urina de camelo, como ordenou o teu profeta.

      E depois nós muçulmanos que estamos errados? Ninguém tem mais fé que um muçulmano, ninguém ama mais a Deus que um muçulmano.

      O problema é mesmo esse: quanto mais vocês seguem a versão de "Deus" que Maomé vos ensinou, mais perigosos são os vossos actos.

      Eliminar
    3. Disse tudo caro Lucas. O pior de tudo é que não conhecemos nenhuma organização terrorista em nome de Jesus Cristo. O inverso (Islã) não é recíproco. Até entre eles há guerras e matanças.
      As dificuldades que as Igrejas Cristãs tem para divulgar a palavra de Deus nesses países (países dominados militarmente por mulçumos) é enorme. Mas não são dificuldades de argumentos, pois se fosse isso, a Bíblia do Novo Testamento de Jesus (como complemento do Antigo Testamento) facilmente detonaria o corão (ou alcorão). Eles usam da violência física, pois não são capazes de utilizar somente argumentos. E fazem isso na covardia, contra pessoas desarmadas, crianças inocentes, mulheres, enfim, covardemente contra pessoas com aversão à guerra. São covardes. Matam covardemente pessoas indefesas.
      Por sinal, NÃO MATAR é uma das LEIS DE MOISÉS e DE JESUS.

      Cristãos. Fiquem atentos. Eles matam covardemente, principalmente nos países onde a concentração muçulmana possui densidade maior. É tão covarde, que nos lugares onde essa densidade é menor, onde o poder militar a favor somente deles é nulo, eles se escondem. Mas se morassem nos lugares onde são protegidos por armas ("aqueles que confiam em carros e carroças" - texto bíblico), provavelmente, seguindo as receitas do corão, de igual forma seriam covardes, matando covardemente os que pregam a Bíblia nos países pelo mundo.

      Sugiro que aqueles que seguem ordens violentas vejam atentamente esse vídeo e tirem suas conclusões, pois afinal, pelo que foi dito, "há um SÓ DEUS", e esse vídeo fala de Deus.

      https://www.youtube.com/watch?v=7we8cUSAKwA

      Eliminar
    4. Depois de Jesus não existem mais estas leis que você mencionou no novo testamento, portanto você está errado e não conhece a biblia.
      Jesus veio e trouxe liberdade, não vivemos mais na lei.

      Eliminar
    5. Depende da Lei. Há menções para tempos específicos e há eternas.

      Exemplo:

      1) carne de porco: na época não havia toda tecnologia culinária como hoje. Temos até panela de pressão, técnicas de purificação de alimentos, microondas, forno, etc.

      2) Algumas espécies de peixes: os pescadores hoje sabem que o Baiacu, por exemplo, é venenoso e já sabem como limpar.

      3) Circuncisão: a Bíblia ensina que não é mais necessário pois o batismo nas águas representa sua circuncisão espiritual.

      4) Matar: continua sendo proibido. Jesus ensina a orar por seus inimigos, a dar a outra face e a não pagar o mal com mal.

      5) Roubar:continua sendo proibido.

      6) Pensar em uma mulher que não é sua: poligamia, prostituição, bigamia, traição, continuam sendo proibidos. Salomão até fez, mas não era aprofado por Deus. Mas foi considerado o homem mais sábio. Antes dele, Davi, seu pai, foi punido por Deus devido ao adultério seguido por homicídio.

      7) Guardar o sábado: condição somente para hebreus/judeus devido à saída do Egito.

      A Graça não substitui a Lei. A Lei está contida na Graça, assim como a sala de estar no Condomínio.

      Claro que Deus respeita a época do homem, pois ELE é sabedoria, tanto é que mulheres podem pregar hoje e até subir no altar, cantar, louvar, diferente do que Paulo de Tarso pensava.

      Eliminar
  4. Caro colega, cada versículo citado do Alcorão tem seu contexto histórico e podem ser tomados por ofensivos se deturpados como vc o fez…
    1- “E quando vos enfrentardes com os incrédulos, (em batalha), golpeai-lhes os pescoços, até que os tenhais dominado, e tomai (os sobreviventes) como prisioneiros.” – Alcorão 47:4.
    Este versículo está claramente dizendo para golpear os incrédulos nos pescoços quando estiverem EM BATALHA, ou seja, no campo de batalha de uma guerra e não em outro lugar como a casa ou trabalho da vítima. Apenas em GUERRA. E em uma guerra (seja de europeus, americanos, índios ou qualquer povo) a ordem de qualquer dos lado é a mesma que esta: MATAR. Então não vejo uma violência maior do que a esperada pra uma guerra.
    2- “Matai-os onde quer se os encontreis e expulsai-os de onde vos expulsaram, porque a perseguição é mais grave do que o homicídio. … E combatei-os até terminar a perseguição e prevalecer a religião de Deus. Porém, se desistirem, não haverá mais hostilidades, senão contra os iníquos.” – Alcorão 2:191,193.
    Estes versículos sofrem interpretações erradas há muito tempo, porém verão que também não é violência arbitrária que se prega aqui: Este versículo foi revelado para matarem um povo de judeus que tinha aliança com os muçulmanos em uma guerra, mas os traíram. Então se trata de uma pena de morte por um crime militar (tempo de guerra) de traição. Isso parece cruel pra vc? Pois então fique sabendo que o Código Penal Brasileiro prevê a mesma pena para tal crime. Pois é, em tempo de guerra se vc como militar trair seu país vai ser punido com a morte. Se trata da mesma regra na lei islâmica, porém como de costume deturpam e distorcem a imagem do Islam para mostrar uma religião intolerante.
    3- “Também vos está vedado desposar as mulheres casadas, salvo as que tendes à mão. Tal é a lei que Deus vos impõe.” – Alcorão 2:24.
    Não se trata de um versículo que incita a violência.
    4- “Infundiremos terror nos corações dos incrédulos, por terem atribuído parceiros a Deus, sem que Ele lhes tivesse conferido autoridade alguma para isso.” – Alcorão 3:151.
    Aqui se trata de Deus falando que vai infundir terror nos corações dos incrédulos, e não é um mandamento para os muçulmanos o fazerem (em algumas partes do Alcorão Deus se refere a Ele como “nós”, ou seja Ele e os anjos, por isso “infundiremos”). Mais uma interpretação equívoca de sua parte.
    5- “Está-vos prescrita a luta (pela causa de Deus), embora o repudieis. É possível que repudieis algo que seja um bem para vós e, quiçá, gosteis de algo que vos seja prejudicial” – Alcorão 2:216.
    Aqui Deus está dizendo aos muçulmanos que a luta é inevitável, embora não a queiram. Ou seja, não são nem os muçulmanos que começarão a luta, porém quando ela chegar: LUTEM.
    Vc sabe pq existem as pessoas que saem matando ou se explodem em nome de Deus? Pois elas não estudaram corretamente o Alcorão, apenas leram essas mensagens isoladas e a tomaram como um mandamento para matar. Assim, então, vc está interpretando tais versículos do mesmo jeito que os terroristas. São pessoas desatentas na leitura do Alcorão, não faz sentido apenas 5% +ou- dos muçulmanos serem violentos se o Alcorão prega a violência. Pq os outros 95% pregam a paz então? Vocês estão sendo manipulados pelo sionismo e estão tão cegos que nem percebem. Espero que alguém leia o comentário e decida ler o Alcorão e estudar o Islam antes de comentar sobre o que ele prega. Não fale sobre o que não conhece.
    Salam. Paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conheço a religião, mas pelo vc descreveu o problema do Islã é a má formação destes 5% que usam o Alcorão como uma arma de guerra. O que eu vi nos últimos dias foram vídeos de líderes religiosos exigindo a morte de pessoas e oferecendo inclusive recompensas em dinheiro para estimular os assassinatos. Se os líderes querem a morte e pagam por ela significa que ordenam preparam e a orientam. Me dá a impressão que quanto mais violentos, mais poder representam dentro da estrutura do Islã. Para nós católicos é inconcebível, porque Jesus nos mostrou um caminho diferente para a nossa salvação: Amar a Deus, amar o próximo, mesmo que inimigo, e praticar o perdão. É uma mensagem simples, porém muito difícil de praticar. Lendo o seu texto vejo que a Bíblia é usada da mesma forma que o Alcorão com citação de passagens isoladas e fora de contexto que são usadas para justificar qualquer coisa que queiram, até mesmo assassinatos. A Bíblia é a fonte de onde os divergentes se apoiam para atacar e por ela são atacados, onde todos tem certeza absoluta que estão certos. Sempre que posso sugiro às pessoas que não se fixem em textos escritos e traduzidos centenas de vezes e fiquem apenas com a mensagem, senão acabaram discutindo e brigando por mais dois mil anos...

      Eliminar
    2. Não conheço a religião, mas pelo vc descreveu o problema do Islã é a má formação destes 5% que usam o Alcorão como uma arma de guerra. O que eu vi nos últimos dias foram vídeos de líderes religiosos exigindo a morte de pessoas e oferecendo inclusive recompensas em dinheiro para estimular os assassinatos. Se os líderes querem a morte e pagam por ela significa que ordenam preparam e a orientam. Me dá a impressão que quanto mais violentos, mais poder representam dentro da estrutura do Islã. Para nós católicos é inconcebível, porque Jesus nos mostrou um caminho diferente para a nossa salvação: Amar a Deus, amar o próximo, mesmo que inimigo, e praticar o perdão. É uma mensagem simples, porém muito difícil de praticar. Lendo o seu texto vejo que a Bíblia é usada da mesma forma que o Alcorão com citação de passagens isoladas e fora de contexto que são usadas para justificar qualquer coisa que queiram, até mesmo assassinatos. A Bíblia é a fonte de onde os divergentes se apoiam para atacar e por ela são atacados, onde todos tem certeza absoluta que estão certos. Sempre que posso sugiro às pessoas que não se fixem em textos escritos e traduzidos centenas de vezes e fiquem apenas com a mensagem, senão acabaram discutindo e brigando por mais dois mil anos...

      Eliminar
    3. Fora daqui islamismo. Vocês se fazem de cordeiros, mas as obras de milhares de seus seguidores são horrendas !!....Fora daqui islâmicos. Eu em minha atividade profissional não atendo a islâmico de modo algum, e acho que todo cristão, budista, judeu, ou seja lá qual for sua religião não deveria ter relacionamento profissional e nem de amizade, pois são inimigos de todas crenças não islâmicas.

      Eliminar
    4. Carlos F. Marq, como Cristão vc devia saber que não se deve julgar, para que não seja julgado. Não se pode condenar todo um povo por atitudes de alguns grupos. Se eu te dissesse que o IRA é um grupo extremista cristão e que faz a mesma coisa? Pense bem, se segues a Jesus, deves aprender a perdoar e amar os que vc considera inimigo, como amas a ti mesmo. Que a paz esteja com vc.

      Eliminar
    5. Islam First,

      Sinceramente estou buscando entender esta questão da interpretação. Sou cristão e defendo a liberdade de todas as pessoas escolherem e praticarem sua religião. Devo ser seu amigo, mesmo tendo religiões distintas. Sou contra a imposição e a estatização da religião. Mas aqui estou buscando entender algumas coisas referentes ao Islamismo.

      1) Você diz que os muçulmanos não são violentos com outras religiões. Pergunto: Como vocês tratam parentes que se convertem ao Cristianismo?
      2) Por que em países onde o Islamismo é religião predominante existem leis severas como a punição com pena de morte ou prisão perpétua para quem divulga outra religião.

      Não quero estabelecer qualquer conflito, mas entender.

      Eliminar
  5. A Salvação se origina dos Judeus.Leia na bíblia Sagrada em João 4:22

    ResponderEliminar
  6. Para nos cristãos evangélicos o velho testamento não é seguido, pois com o nascimento de Jesus Cristo toda ordenança do antigo acabou.
    O Senhor Jesus Cristo nos ensinou o amor e misericórdia a perdoar nossos inimigos a amar e orar por aqueles que nos perseguem. Então por favor islâmicos, não queiram comparar Maomé com Jesus pois seus preceitos e ensinamentos nem se comparam nem de longe com os ensinados pelo mestre de Nazaré.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você já leu o Alcorão? não diga o que não sabe, todos os muçulmanos tem por obrigação seguir as mandamentos de Jesus"Que a paz esteja com ele", não seguimos o que foi escrito 60/80 anos apos ele subir ao céu como vocês faz aqui!

      Eliminar
  7. Os muçulmanos não podem ser considerados bonzinhos, nem querem isso. O Islã condena a agressividade, mas a resposta ao agressor permitida pela Sharia é mais parecida com o Velho Testamento que com o "dar a outra face" que os cristãos só fazem e dificilmente seguem as palavras do próprio mestre.

    ResponderEliminar
  8. Porque não colocam o versículo todo? Na surah 47:4 diz-se na batalha, ou seja, EM GUERRA, onde não importa a religião vai ter crueldades e tudo mais. O versículo completo é: E quando vos enfrentardes com os incrédulos, (em batalha), golpeai-lhes os pescoços até que os tenhais dominado, e tomai (os sobreviventes) como prisioneiros. Libertai-os, então, por generosidade ou mediante resgate quando a guerra tiver terminado. Tal é a ordem. E se Deus quisesse, Ele mesmo ter-Se-ia livrado deles; porém, (facultou-vos a guerra) para que vos provásseis mutuamente. Quanto àqueles que houverem sido mortos pela causa de Deus, Ele jamais desmerecerá suas obras.

    Leiam e pensem o que quiser... Podem ir no próprio alcorão ver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Guerra?Que guerra é essa que o Alcorão se refere ?

      Eliminar
    2. Fabrício Andrade, a Guerra que muçulmanos PROVOCAM para ter a tal guerra e assim eles terem pretexto para ir eliminando incrédulos como manda o Corão, e é o que estão fazendo na Síria, na Nigéria, etc...
      Veja a Síria por ex, que é presidida por um muçulmano NÃO sunita como são o do tal Califado atual, eles fomentaram o povo contra o "ditador" Assad na tal primavera árabe, e de uma revolução virou um genocídio onde muçulmanos sunitas do califa Al Baghdadi, extermina outros muçulmanos não sunitas como alawitas, drusos, xiitas, curdos e cristãos, e ainda tem a cara de pau de dizer que é ""culpa" do ocidente, só que não, pois Maomé fazia o mesmo e nem EUA existiam ainda quando Maomé e seus primeiros seguidores tipo estes do ISIS, mataram 900 judeus num só dia por não se converterem ao islã.

      Veja agora como as esquerdas ocidentais ditos "socialistas" e "liberais" estão atacando conservadores para gerar atritos e a imensidão de muçulmanos que estão vindo é justamente para isso; esperar uma guerra civil entre esquerdistas, feminazis, LGTB's e até mesmo negros (fomentados pelos esquerdistas) se voltarão contra os conservadores que ainda zelam pela família e valores judaico/cristãos e ou greco/romanos, para então aproveitarem o atrito e fomentar uma revolução aqui e assim "entrar no vácuo" e ir promovendo a "ordem" no caos gerado pelas esquerdas, eternas vitimistas, contra a "direita".
      Assim ocorreu no Irã, quando revolucionários de esquerda derrubaram o Xá Reza Pahlevi, considerado "ditador" e muito ocidental pra eles, assim foi no Afeganistão quando a Rússia (esquerda) invadiu aquele país e então o Talibã, ajudado pela "direita" dos EUA os armaram contra a invasão comunista e assim está sendo em todos países onde há atritos, revolução entre direita X esquerda e o islã toma o poder.

      Aqui esta invasão de muçulmanos travestida de "refugiados" é para isso, (refugiados mesmo são apenas os que estão sendo perseguidos pelos sunitas), estão só esperando eles aumentarem em número para atuarem após países entrar em atritos e a tal guerra, então o islã fundamentado via alcorão irá fazer o mesmo, eliminar opositores (seja de direita ou esquerda) e colocar a sua "ordem', como o Estado Islâmico tem feito e implementar o islã como "lei", aplicando a tal "lei" sharia. É "só" isso.

      Eliminar
  9. SENHOR JESUS. Como ensinastes, não podemos obrigar ninguém a segui-lo nem a adora-lo, mas sabemos que ESSE NOME TEM PODER, e quando pronunciados pela boca de um crente, num piscar de olhos, pelo PODER DO ESPÍRITO SANTO DE DEUS, todos os joelhos se dobram nos Céus, na Terra e em baixo da Terra. Todas as Escrituras antigas profetizaram sua vinda.
    Como um Deus que se fez homem e ressuscitou para Deus, fez maravilhas aos olhos de muitos e continua fazendo simplesmente pelo fato de que estas vivo. Sua Lei foi cumprida pois a Palavra diz que Jesus é o fim da Lei (Romanos 10, 4), mais a sua segunda vinda será gloriosa, e aquele que não estiver ao seu lado será jogado no lago de fogo.
    Antes disso Israel será atacada por várias nações mas estas não prevalecerão à mão de Deus, Pai de Jesus e nosso Pai.

    Jesus é o único que cura câncer, aids, qualquer enfermidade, tem poder sobre demônios, cura vício das drogas e é capaz de salvar e mudar toda uma nação.
    Todos os outros ídolos que as pessoas seguem são somente homens que já se foram e com seus insignicantes restos mortais, porque JESUS É DEUS (Romanos 1, 1-5)

    Mas para não ficar só em palavras, eis mais uma de milhões de provas:

    https://youtu.be/vFXx2Y-6_Fk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. VC disse TUDO irmão!nosso Deus criou tudo e o deus deles criou oque ? não criou nada e ainda está destruindo tudo que o verdadeiro Deus nos deixou ,que deus é esse que manda fazer covardia massacre só matam inocentes covardes são um bando de covardes , e se é isso que prega o deus deles , é covarde também ,por isso que matam e aterrorizam , porque o deus desses covardes só ensina isso ! JORGE GUSTAVO EM NOME DE JESUS E DO NOSSO DEUS SOMOS IRMÃOS jamais estaremos de acordo que exista outro DEUS a não ser esse que adoramos e amamos

      Eliminar
  10. Lucas meu querido,de qual bíblia cristã vc tirou esses versículos? Essa droga que VC usa e da boa hein!

    ResponderEliminar
  11. Considero este texto e tópicos, tendenciosos assim como quem traduziu os livros sagrados do Deus único. É tendência do Ser Humano separar, guerrear... Infelizmente para estas questões cada cultura pensa de uma forma, eu penso que somos todos filhos de um só Pai, todo o restante é intolerância e desrespeito. Infelizmente no Oriente não há muitas pessoas que pensam como eu.

    ResponderEliminar
  12. "Os muçulmanos não todos terroristas" Ainda bem. No entanto, sua minoria é extremamente numerosa. Não se pode desconsiderar isto.
    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/combatei-os-deus-os-castigar-por-interm-dio-de-vossas-m-os

    ResponderEliminar
  13. Mandamento de senhor Jesus é que de a segunda face para bater,nunca insitou a violência,consertesa maomé era falso profeta,antigo testamento so havia um ppvo aliançado por isso as guerras carnais porqueo territorio de israel era habitado por outros povos violentos,mas o segundo testamento de Cristo nossa guerra é contra principados e potestades,ou seja a revelação de uma guerra espiritual.

    ResponderEliminar
  14. Religião de doentes mentais. Ainda há gente que defenda isso.

    ResponderEliminar
  15. o paz do senhor seja com todos, eu nao fala muito bem o portguese mas vou escrever o que poder, primero lucas e todos que falam sobre os versos na biblia, quando jesus falou esse proveles ele era falando um examplo sobre o final dos dias o dia de jugalmento nao era falando ou ordendo qua matam as pessoas ate falam el shahada ou ser cristaos ou pagam el jizya, segundo os 3 versos na velho testemoho que so existem, voces prisicam saber pq o senhor ordenou isso o que as malditas que esse povo fizeram para deixar o senhor ravia com eles(eles eram acriedtar em secrificifos das seus crincas para o satanas seja satisfeto, negaram que tem o DEUS poderoso que criou todas as coisas) por isso eles querem atraplhar outros povos de conhecer e verdade ou sejam perto por o DUES VERDADIERO, nao igual o povo que alcorao ordens que matar em mais de 35 verses e esse povo que o isla matou eram cristaoes e jedeus que acreditam em unico DEUS nao 3 so pra voses saber que a bibila nunca falou que nos temos 3 DEUS, Quem falou isso alcorao por falta de conhesemonto por aquele que escreveu alcorao(mohmad e warka ibn nofal), se estado islamico e boko haram e alqaeda e outros groups nao muclmanos eu perguntaraia aqui pq os muclmanos no mundo nao luta contra eles e declararam que eles nao islam??????????, o que e mais importane ficam locous cotra aquele que fez o filme ou aqeles que mataram cada dia pelo o nome do isla??????, sabem pq???? pq eles usam os verses do alcorao nao versos da biblia ou de outro religao, e quem ler o que jesus falou no Mateus 5: 43-48 voces ouviram o que foi dito: ame os seus amigos e odeie os seus inimigos, mas eu lhes digo: amem os seus inimigos e orem pelos que perseguem voces, para que voces se tornem filhos do pai de voces, que esta np ceu, porque ele faz com que o sol brilhe sobre os bons e sobre os maus e da chuvas tanto para os que fazem o bem como para os que fazem o mal. se voces amam somente aqueles que os amam, por que esperam que DEUS de alguma recompensa? ate os cobradores de impostas amam as pessoas que os amam, se voces falam somente com os seus amigos, o que e que estao fazendo de mais? ate os pagaos fazem isso, portanto, sejam perfeitos assim como e perfeito o pai de voces, que esta no ceu......
    ler agora o que e o profeta do isla ensinou soura 9:29 dentre aqueles aos quais fora concedido o livro, combatei os que nao creem em Allah nem no derradiro dia, e nao proibiram o que Allah e mensageiro proibiram, e nao profeeam a verdadeira religiao combatei-os ate que paguem al jizyah, com as prprias maos, enquanto humilhados.
    no lingua arabe a palavra matar em portgues eles moudou para combatei para nao mostraram esse palavra matar, e quem sabe arabe vai saber isso.
    depois os dois textos e muito mais quem sao o DEUS verdadeiro?????
    meus amigos se foram muclmanos ou nao eu amo voces e orar que DEUS abrir os olhos para voces encontrar o amor vedadeiro Jesus cristo o pai do paz.

    ResponderEliminar
  16. https://www.youtube.com/watch?v=owJCly_xmhQ
    por favor tomam olhada no esse vedio

    ResponderEliminar
  17. Muito bom artigo!
    Só tem um detalhe:
    Quando Maomé fala em "infundir o terror aos incrédulos, por terem atribuído parceiros a Deus..." Maomé não está preocupado com o politeísmo, que era comum na época. Ele repudiava o conceito cristão de Deus como sendo uma trindade e, principalmente, que Jesus foi Deus encarnado. Maomé tinha verdadeiro ódio dos cristãos por isso e por isso o Islã persegue e mata tantos cristãos atualmente.

    ResponderEliminar
  18. Interessante! Quase igual, muito parecido mesmo, quase não tem diferença do que Deus manda fazer quando se lê o Antigo Testamento...

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ShareThis